Volta a Portugal vai continuar a ser organizada pela PAD até 2017

Volta a Portugal vai continuar a ser organizada pela PAD até 2017

A Federação Portuguesa de Ciclismo (FPC) e a PAD assinaram hoje o prolongamento da concessão dos direitos de organização da Volta a Portugal até 2017, anunciou hoje a entidade responsável pela modalidade.
O atual contrato de concessão da Volta a Portugal entre a entidade que tutela o ciclismo nacional e a PAD, que recentemente se separou da Lagos Sport, do empresário João Lagos, expirava em 2013.
A renovação, que foi assinada entre o presidente da FPC, Delmino Pereira, e o administrador da PAD Pedro Murta, decorreu na vila de Mértola, no final da cerimónia de apresentação da 31.ª Volta ao Alentejo, que vai decorrer entre os dias 20 e 24 deste mês.
Para Delmino Pereira, a renovação do contrato com a PAD é "um motivo de grande satisfação" e "importantíssima" para o desenvolvimento do ciclismo nacional.
A PAD, com "forte experiência" na organização de provas de ciclismo, tem sido "um parceiro estratégico" e o "braço direito" da FPC no desenvolvimento do ciclismo em Portugal, frisou o dirigente.
Segundo o presidente da federação, a renovação do contrato com a PAD "salvaguarda" o "principal objetivo" da entidade, ou seja, o desenvolvimento do ciclismo em Portugal e a formação de atletas.
"Queremos continuar a ter campeões, grandes atletas e grandes equipas", disse Delmino Pereira, frisando que Portugal é "o país da Europa que mais investe no ciclismo de formação" e está "a ter êxito".
Nos últimos anos, "de uma forma crescente", Portugal tem "colocado constantemente novos corredores no pelotão internacional e, apesar das dificuldades económicas, tem atletas de valor e de méritos reconhecidos internacionalmente", afirmou.
Segundo Pedro Murta, a renovação do contrato "demonstra a confiança" que a FPC tem tido ao longo dos anos na PAD, a qual, nos próximos quatro anos, vai dar o seu "melhor" para "continuar a merecer a confiança que tem tido" da federação "até agora".
“Penso que este prolongamento de contrato assentou essencialmente na relação sustentada entre a Federação e a PAD, em que, apesar do peso da responsabilidade, estamos em crer que podemos continuar a partilhar juntos os destinos da Volta a Portugal, espero que com muito sucesso”, disse o diretor da prova, Joaquim Gomes.
A 75.ª Volta a Portugal vai realizar-se entre 07 e 18 de agosto. A competição é organizada pela PAD desde 2001.