Volta a Portugal Liberty Seguros: o sonho amarelo de cada verão

Volta a Portugal Liberty Seguros: o sonho amarelo de cada verão
A Volta a Portugal Liberty Seguros está de regresso à estrada como acontece todos os anos desde 1927. Em cada agosto o calor da competição aquece paixões, alimenta sonhos e torna realidade o que parece inalcançável. É ali mesmo, no esforço do asfalto quente, que se revelam suores, lágrimas e vitórias… 
 
De 29 de julho a 9 de agosto, abre-se o livro que guarda a história da maior competição velocipédica portuguesa escrevendo uma nova página onde será acrescentado mais um nome para figurar ao lado dos que têm escrito alguns dos mais belos momentos do ciclismo nacional. Entre o prólogo de Viseu e a etapa de consagração em Lisboa têm a palavra os homens que vão pedalar os exigentes 1551,7 Km da edição 77 da Volta. À beira da estrada ou em frente à televisão, todos os dias, por volta das 17h30, será conhecido um novo herói entre a centena e meia de homens que se lançam no sonho e nas intrépidas emoções da Volta. 
 
Quilómetro a quilómetro
Depois de ter sido palco do Dia de Descanso, em 2014, Viseu mantem-se na ribalta dando a conhecer, desta vez, os protagonistas da 77ª Volta a Portugal Liberty Seguros. No centro histórico da “cidade de Viriato” vai passar um Prólogo inédito de 6 Km discutido em sistema de contrarrelógio individual. Suficientemente extenso para fazer as primeiras diferenças entre os favoritos, todos os centésimos de segundo vão contar neste arranque de competição que vai atribuir a primeira liderança. 
 
Apresentações feitas e primeiros quilómetros percorridos na “Grande Partida”, é o momento da caravana seguir viagem. A primeira etapa em linha é precisamente a mais longa. São 196,8 Km entre Pinhel e Bragança celebrando o regresso do nordeste transmontano e da Serra de Bornes à Volta a Portugal. 
A segunda etapa representa um outro regresso à competição: Macedo de Cavaleiros, ponto de partida para os difíceis 175,6 Km que vão terminar no alto da Serra do Larouco, em Montalegre, a 1525 metros de altitude. As quatro contagens para o Prémio de Montanha, a última de 1ª categoria coincidindo com a meta, vão certamente animar a festa do ciclismo.   
 
Na terceira tirada, da 77ª Volta a Portugal Liberty Seguros, com a Serra do Barroso como pano de fundo, Boticas, à semelhança de 2014, dará início a uma etapa levando, desta vez, a caravana até ao Minho. Em Fafe, após 172,2 Km é expectável uma chegada em bloco com discussão ao sprint a acontecer na emblemática Praça 25 de Abril.
 
Um dos dias mais aguardados em cada Volta a Portugal é a sempre a emocionante chegada à mítica Sr.ª da Graça, em Mondim de Basto. Nesta edição acontece no primeiro domingo de prova. Alvarenga, freguesia do concelho de Arouca, abre caminho aos 159,4 Km que vão ter como principal cenário a Região Demarcada do Douro.  
 
Depois do verdadeiro e emocionante espetáculo da chegada a Braga, no ano passado, a “Cidade dos Arcebispos” serve, desta vez, de palco de partida da quinta etapa da 77ª Volta a Portugal Liberty Seguros. A caravana ao sair da freguesia de Palmeira vai homenagear Peixoto Alves. Após evocar o vencedor da Volta há 50 anos, o pelotão
vai enfrentar 169,4 Km até terminar o dia no Monte de Santa Luzia, em Viana do Castelo.
 
Ao sétimo dia de competição, Ovar é a grande novidade oferecendo a Praia do Furadouro como cenário de partida da etapa que antecede o Dia de Descanso. Os 154,1 Km que vão ligar a “Cidade Vareira” a Oliveira de Azeméis deverão permitir aos sprinters assumirem o protagonismo do dia. Sem montanha para enfrentar, espera-se uma chegada a alta velocidade à Avenida D. Maria I. O espírito da Volta continuará em Oliveira de Azeméis pela noite fora e no dia seguinte com as mais diversas iniciativas organizadas no âmbito da 77ª Volta a Portugal Liberty Seguros. 
 
Recuperado o fôlego após a jornada de descanso, Condeixa-a-Nova – município em estreia absoluta na prova – entra pela “porta grande” ao protagonizar a partida da etapa rainha de 2015. Nessa quinta-feira, 6 de agosto, a dificílima subida da Serra da Estrela em direção à Torre apresenta-se, mais uma vez, como a derradeira oportunidade dos trepadores. Entre Condeixa-a-Nova e o topo do continente português, no concelho de Seia, serão percorridos 171,3 km, recuperando a mitica escalada pela vertente, Covilhã - Penhas da Saúde - Seia (Torre). 
 
Após as mais que prováveis emoções fortes na Serra da Estrela, a caravana da Volta a Portugal alinha-se na cidade mais alta de Portugal, a Guarda. O pelotão de resistentes, com 180,2 Km pela frente, rumará a Castelo Branco. No final da tirada, a emblemática e empedrada Avenida Nuno Álvares estará, como sempre, em festa para assistir a mais uma emocionante chegada ao sprint. 
 
Todos os que resistirem até aí terão pela frente, na 9ª etapa, uma prova de esforço individual entre a Praia do Pedrógão e Leiria. O percurso do contrarrelógio de 34,2 km vai colocar os corredores na margem do rio Lis e a abraçar Monte Real, para depois recuperar o traçado da estrada nacional 109 até ao centro de Leiria. Após a cronometragem rigorosa deste dia ficará mais definida a classificação geral individual da edição de 2015 da Volta a Portugal em bicicleta que estará a terminar. 
 
Por fim, na 10ª e última etapa, assiste-se ao regresso de Vila Franca de Xira ao mapa da prova. Já lá vão 39 anos desde que a cidade assistiu, pela última vez, a uma partida de etapa da Volta a Portugal. Até Lisboa, numa considerada etapa de consagração, cumprem-se os derradeiros 132,5 Km. A passagem por Sacavém, de onde é natural Francisco Araújo, representará uma homenagem da organização da Volta ao mecânico histórico do ciclismo português que sempre acompanhou Joaquim Agostinho. 
 
No coração da capital portuguesa, o circuito final com cerca de sete quilómetros, percorrido sete vezes, promete agitar todos quantos se deslocarem à Avenida da Liberdade, junto ao Marquês de Pombal. Depois de 1 Prólogo e 10 etapas, em 11 dias de competição, a apoteose será para coroar o Rei da 77ª Volta a Portugal Liberty Seguros. 
Joaquim Gomes, director da prova, traça os objectivos para esta 77.ª edição da Volta a Portugal Liberty Seguros: "Tem todos os ingredientes para manter intactas as premissas que fizeram desta competição um dos mais populares eventos desportivos nacionais. A Volta mantém palcos míticos como a Torre e a Senhora da Graça, a mais recente descoberta ao nível de dificuldades traduzida na subida à Serra do Larouco, em Montalegre, um contrarrelógio muito competitivo em Leiria, sem esquecer a estreia absoluta de Condeixa-a-Nova. É verdade que não teremos ainda este ano o Alentejo e o Algarve, mas recuperámos o nordeste transmontano que, com certeza, vai também contribuir decisivamente para o sucesso desta edição da Volta a Portugal em bicicleta".
 
Premiar os melhores
 
Camisola Amarela LIBERTY SEGUROS
É entregue ao melhor entre os melhores! É sinónimo de vitória e personifica também o esforço coletivo em prol de apenas um corredor! Símbolo da liderança da classificação geral individual, a Camisola Amarela Liberty Seguros é a mais desejada da 77ª Volta a Portugal em bicicleta. É envergada pelo corredor que menos tempo totalizar no conjunto de todas as etapas tendo em conta as bonificações e penalizações. 
 
Camisola da Montanha FUNDAÇÃO DO DESPORTO
Há os que rolam, os que sprintam, os que descem melhor e aqueles que quanto mais o terreno empina mais felizes ficam! Conhecemo-los como os Reis da Montanha! Os 21 Prémios de Montanha na Volta a Portugal de 2015 têm categorias distintas, pontuadas tendo em conta o grau de dificuldade que apresentam. Vai liderar o Prémio da Montanha, Camisola Azul Fundação do Desporto, o corredor que mais pontos acumular nesta classificação.
 
Camisola dos Pontos BANCO BIC
É sempre a amealhar! Nas Metas Volantes e no final de cada etapa. Esta classificação é estabelecida pela soma dos pontos obtidos em cada dia de competição, exceto no prólogo! Ao todo, este ano, os corredores têm 27 Metas Volantes e 10 etapas para pontuar. É caso para dizer, quem mais vezes se chegar à frente, mais acumula e no final veste a Camisola Vermelha dos Pontos Banco BIC.
 
Camisola da Juventude RTP
Esta é a Camisola Amarela dos mais jovens! Na Volta a Portugal em bicicleta também se distinguem os mais novos com uma classificação própria. Os corredores nascidos a partir de 1 janeiro 1991 são classificados tendo em conta o tempo que gastarem no conjunto de todas as etapas, observando, igualmente, bonificações e penalizações. O jovem que menos tempo somar enverga a Camisola Branca da Juventude RTP. 
 
Prémio Melhor Equipa EDP
Sabia que existem outros símbolos amarelos na Volta a Portugal? À semelhança da Camisola que distingue o melhor classificado, também os elementos da equipa que lidera a classificação coletiva envergam Dorsal Amarelo. Todos os dias, somam-se as classificações dos três melhores corredores de cada conjunto sendo atribuída a vitória à equipa que tiver menor tempo.
 
Prémio Kombinado KIA
Desaparecido do palmarés Volta a Portugal desde 2000, o “Prémio Kombinado KIA” vai regressar este ano para coroar o ciclista mais regular em prova. Diariamente será entregue um troféu ao vencedor do somatório da pontuação nas diversas classificações - geral individual, montanha e por pontos. No final da competição haverá recompensa monetária adicional para quem conquistar globalmente o “Prémio Kombinado KIA”.
 
Prémio da Combatividade CONSELHEIROS DA VISÃO
Sprinter, trepador ou rolador, o perfil não importa. Tão pouco a classificação. Destaca-se neste prémio atribuído diariamente pela organização da Volta, o caráter guerreiro, a coragem e a audácia de cada um. A resistência às dificuldades ou às intempéries e a persistência perante os incríveis desafios que existem na Volta a Portugal são fatores determinantes para encontrar o mais combativo.
 
Prémio Melhor Português DELTA CAFÉS
Premiar os portugueses é uma palavra de ordem na Volta! O corredor nacional mais bem posicionado em cada dia  e no fim da Volta vai receber o Prémio de Melhor Português Delta Cafés. 
 
A Volta fora da estrada
 
Prémio Portugal É NOBRE
Diariamente o vencedor de cada etapa será pesado numa balança colocada junto ao pódio. A NOBRE irá oferecer o peso do corredor em produtos a uma Instituição Particular de Solidariedade Social selecionada por cada município que recebe os finais de etapa.
 
Test Drive KIA
Para além do fazer regressar o Prémio Kombinado KIA e de disponibilizar mais de 40 viaturas de apoio à organização da Volta a Portugal, a marca automóvel vai possibilitar a todos os interessados a realização de um  “test drive” aos diversos modelos em exposição. 
 
 
Academia da Volta
A Academia da Volta é uma extensão do maior evento de ciclismo em Portugal, criando novos momentos de relacionamento com os públicos mais jovens. Uma equipa de professores e monitores especializados em ciclismo visita escolas por onde o pelotão da Volta a Portugal vai passar. Através de palestras e workshops divulgam-se as vantagens de uma vida saudável através da prática desportiva, despertam-se os jovens para hábitos de vida saudável, para o combate ao sedentarismo e enumeram-se as qualidades da bicicleta como ferramenta educacional e cívica. Nos momentos que antecedem as partidas de cada uma das etapas da 77ª Volta a Portugal Liberty Seguros serão realizados pequenos workshops teóricos e práticos na Academia da Volta.
 
Descanso para uns, agitação para outros
 
Como já vem sendo habitual, o Dia de Descanso da Volta a Portugal é mesmo só para o pelotão e, ainda assim, os profissionais não dispensam o chamado descanso ativo. No âmbito de Oliveira de Azeméis – Cidade Dia de Descanso há muitas e diferentes iniciativas a acontecerem nos dias 4 e 5 de agosto.
 
«Expensive Soul» animam véspera do Dia de Descanso
A 4 de agosto, finalizada a 6ª etapa da 77ª Volta a Portugal Liberty Seguros, as atenções centram-se na Volta à Noite que levará a Oliveira de Azeméis muita música e animação. A banda portuguesa Expensive Soul dá o mote musical com um espetáculo gratuito às 22 horas, no Parque La Salette.
Para os que ainda tiverem “pedalada” após o concerto há a Festa da Volta no Magnólia Club (Zona Industrial de Oliveira de Azeméis) com muita dança, mas também uma “jornada atlética”. Pouco depois da meia-noite, os mais resistentes e candidatos a sprinters serão colocados à prova: haverá duas bicicletas estáticas e a simulação de um percurso para fazer o mais rápido possível. Será um momento de muito ritmo, mas sobretudo divertido onde a convidada especial será, obviamente, a bicicleta.
 
9ª Etapa da Volta RTP Vitalis
Na manhã de 5 de agosto, quarta-feira, será a vez dos cicloturistas se fazerem à estrada na 9ª Etapa da Volta RTP Vitalis. Esta iniciativa oferece aos amantes do ciclismo a possibilidade de experimentar, por um dia, o que é isto de fazer parte do maior evento desportivo de verão, a Volta a Portugal. A participação é aberta a maiores de 14 anos podendo cada cicloturista optar pelo percurso de 100 ou 73 quilómetros. A distância mais curta tem um carácter exclusivamente de lazer, enquanto na versão longa os participantes podem usufruir de uma secção final com cerca de 30 quilómetros percorrida em andamento livre, proporcionando uma “pitada” de competição. Ambos os percursos têm partida marcada para as 10 horas, na Av. D. Maria I, em Oliveira de Azeméis, local igualmente escolhido para a meta final. Esta jornada de ciclismo e convívio passa por alguns dos mais bonitos cenários do concelho de Oliveira de Azeméis, com vários quilómetros percorridos ao longo das margens da Ria de Aveiro.
 
A 9ª Etapa da Volta RTP Vitalis será também uma homenagem ao falecido corredor Bruno Neves, natural de Nogueira do Cravo, freguesia de Oliveira de Azeméis, onde os participantes poderão fazer uma paragem para abastecimento. Este ano a Etapa da Volta RTP Vitalis conta com a colaboração da Escola de Ciclismo Bruno Neves.
 
“Classe Vintage” junta-se à festa
Integrada na jornada cicloturista vai fazer-se a 2ª edição da Classe Vintage que tem como objetivo promover o património histórico ligado à Volta a Portugal e ao ciclismo no mundo. Esta vertente da Etapa da Volta inspira-se na L'Eroica, evento realizado em Itália considerado na atualidade o encontro de Ciclismo Vintage de maior referência mundial.
Todos os que tenham bicicletas de estrada antigas podem reviver o espírito da modalidade de outros tempos ao participar na Classe Vintage fazendo qualquer um dos percursos da Etapa da Volta. Os três primeiros classificados “Vintage” que cumpram a distância maior da Etapa da Volta serão recompensados com um troféu.
Todos os regulamentos podem ser encontrados em www.volta-portugal.com, onde também devem ser feitas as inscrições. 
 
Pequenos campeões por um dia 
O ciclismo é para todos e nesta festa da Volta a Portugal as crianças não são esquecidas sendo convidadas a participarem, a 5 de agosto, na 2ª edição da Mini Etapa da Volta. Os campeões de palmo e meio que tenham entre 6 e 14 anos podem participar neste mini passeio de cicloturismo e todos receberão uma t-shirt do evento. Os “mini-ciclistas” fazem-se à estrada às 9 horas na Av. D. Maria I, em Oliveira de Azeméis.
Nesta pequena aventura sobre rodas, as crianças até aos 11 anos devem ser acompanhadas por um adulto que também terá de pedalar. É a oportunidade de juntar miúdos e graúdos na vivência de um passeio de bicicleta aconchegados pelas mesmas infraestruturas usadas em qualquer etapa da Volta a Portugal. 
 
O Passeio da Volta
No dia em que se assiste ao desfecho da 77ª Volta a Portugal Liberty Seguros, 9 de agosto, os amantes das duas rodas são convidados a participar no “Passeio da Volta”. Esta outra iniciativa da Podium Events é um evento sem qualquer carácter competitivo, aberto a todos os praticantes com idade superior a 14 anos. Pouco depois da partida da derradeira etapa, no Parque Urbano de Vila Franca de Xira, os cicloturistas iniciam um percurso de 34 Km, rumo à Avenida da Liberdade, em Lisboa, onde estarão montadas todas as estruturas para o Grande Final da Volta 2015. Os participantes no Passeio da Volta terão oportunidade de viver o ambiente da grande festa que será a etapa de consagração da edição 77 da Volta.
Todas as informações sobre esta iniciativa estão em: www.volta-portugal.com.
 
Apoio garantido aos “Meios” na Volta 
A 77ª Volta a Portugal Liberty Seguros tem, uma vez mais, ao dispor da Comunicação Social um gabinete de imprensa dotado de meios técnicos para responder a todas as solicitações dos profissionais da imprensa. A Podium, empresa responsável pela organização da prova, garante um serviço integral de comunicação para facilitar a tarefa de informar. Na internet, no site da prova em www.volta-portugal.com, os jornalistas terão ao minuto todas as informações e poderão contar diariamente com um serviço atualizado das redes sociais assim como o envio por correio eletrónico da síntese dos principais acontecimentos e resultados de cada etapa. Como complemento a organização fornece o registo fotográfico dos melhores momentos de cada dia e declarações áudio dos protagonistas.
 
A Volta Social
O mundo tecnológico está em constante mudança e a Volta a Portugal, sendo um dos maiores eventos do ano, não fica de fora desta evolução. Para além das novidades no site da prova – www.volta-portugal.com – tudo o que acontece na competição pode ser acompanhado ao minuto no Facebook, a mais poderosa rede social com cerca cinco milhões de utilizadores em Portugal (1,2 mil milhões a nível mundial) e no Twitter. O Instagram, a rede social de partilha de fotografias, mostra em imagem os momentos e as caras de quem, na estrada, persegue o sonho da Volta.  A somar a tudo isto, a 77ª Volta a Portugal Liberty Seguros tem também uma aplicação (APP) para os sistemas iOS (Iphone e IPad) e Android. Para quem deseja saber as últimas notícias, ser avisado da partida ou saber quem ganhou cada etapa esta é a aplicação mais útil disponível entre 29 de julho e 9 de agosto.  
A moda dos hastags (#) veio para ficar e, por isso mesmo, os amantes da Volta são convidados a partilhar mensagens e/ou fotografias nas redes sociais com os hastags #voltaportugal e #eugostodaVolta.
A 77ª Volta a Portugal Liberty Seguros tem como municípios intervenientes nas Partidas e Chegadas de Etapas: Viseu, Pinhel, Bragança, Macedo de Cavaleiros, Montalegre, Boticas, Fafe, Alvarenga, Mondim de Basto, Braga, Viana do Castelo, Ovar, Oliveira de Azeméis, Condeixa-a-Nova, Seia, Guarda, Castelo Branco, Leiria, Vila Franca de Xira e Lisboa. Na passagem da Volta a Portugal Liberty Seguros por outras localidades, existem municipios envolvidos com a organização, como é o caso de Figueira de Castelo Rodigo, Mirandela, Valpaços, Covilhã, Sabugal, Arruda dos Vinhos, Sobral de Monte Agraço e Alenquer.
 
Os Juniores juntam-se à grande festa do Ciclismo
Coincidindo com os primeiros dias de competição da 77ª Volta a Portugal Liberty Seguros, a Federação Portuguesa de Ciclismo organiza em parceria com a Podium Events a Volta a Portugal de Juniores. A 10ª edição desta prova acontece de 30 de julho a 1 de agosto, com os finais de etapa a acontecer no mesmo local de chegada das três primeiras tiradas em linha da Volta principal. A competição junior é reservada a jovens com 17 e 18 anos. O pelotão com cerca de 150 corredores vai fazer 278,8 quilómetros.    
Vila Nova de Foz Côa inaugura a 10ª Volta a Portugal de Juniores. Em direção a Bragança cumprem-se 98,5 Km, A segunda etapa, mais curta, mas de grande dificuldade, vai ligar Boticas a Montalegre, terminando no alto da Serra do Larouco ao fim de 77,6 Km. O mais longo capítulo para os Juniores chega no último dia com Ribeira de Pena como cenário de partida para uma tirada de 102,7 Km com meta instalada na Praça 25 de Abril, em Fafe.