Vendas de carros caem 42% e ACAP exige reintrodução de incentivos ao abate

Vendas de carros caem 42% e ACAP exige reintrodução de incentivos ao abate

As vendas de automóveis caíram 42 por cento nos primeiros nove meses do ano, face ao homólogo, de acordo com a Associação Automóvel de Portugal, que exige a reintrodução de incentivos ao abate de veículos em fim de vida.

No comunicado sobre o mercado em Setembro, a Associação Automóvel de Portugal (ACAP) realça que “esta contínua queda do mercado é dramática para as empresas do comércio automóvel”, exigindo que "o Governo reintroduza o plano de incentivos ao abate de veículos em fim de vida”.

“Em Espanha, com uma queda de mercado inferior à nossa, este plano foi reintroduzido a partir de hoje, dia 01 de Outubro”, acrescentou a ACAP.

Até Setembro, as vendas de comerciais de ligeiros foram as mais atingidas pela retracção no consumo, registando uma queda de 55,1 por cento para 10.823 unidades, enquanto as vendas de ligeiros de passageiros sofreram uma redução de 39,7 por cento para 74.461 unidades.

O mercado de veículos pesados contrariou a tendência de queda com um crescimento de 13,1 por cento no mês de Setembro, a registar a primeira variação positiva desde Setembro de 2011, sendo que, em termos acumulados, as vendas caíram 38,6 por cento nos primeiros nove meses do ano.