Utentes de Santa Iria de Azóia, Bobadela e São João da Talha passam para hospital de Santa Maria

Utentes de Santa Iria de Azóia, Bobadela e São João da Talha passam para hospital de Santa Maria
Os utentes da união de freguesias de Santa Iria da Azóia, São João da Talha e Bobadela, no concelho de Loures, vão passar a ser abrangidos pelo Hospital de Santa Maria, em Lisboa, informou hoje o município.
 
Numa nota, divulgada no site da autarquia, a Câmara Municipal de Loures refere que, a partir de sábado, os utentes desta união de freguesias, cerca de 45 mil, irão ser abrangidos pelo Hospital de Santa Maria e não pelo Hospital de São José, ambos na cidade de Lisboa, para onde estavam a ser encaminhados.
 
A mesma nota explica que o encaminhamento para o Hospital de Santa Maria será feito nos casos de urgência e de emergência, "mantendo-se a possibilidade de escolha para o utente", quanto ao hospital onde pretende ser acompanhado nas especialidades hospitalares.
 
Em declarações à agência Lusa, Carlos Machado, da comissão de utentes de Santa Iria de Azóia, manifestou-se "satisfeito com esta decisão", sublinhando que "sempre foi uma pretensão" dos utentes.
 
"Após o encerramento das urgências do Curry Cabral, que era a nossa preferência, passámos a defender a hipótese de sermos atendidos no hospital de Santa Maria, sobretudo pelas acessibilidades, justificou.
 
No concelho de Loures existe desde 2012 um hospital (Beatriz Ângelo), que serve 272 mil habitantes dos concelhos de Loures, Odivelas, Mafra e Sobral de Monte Agraço.
 
No entanto, esta unidade hospitalar não abrange os utentes das Uniões de Freguesias de Sacavém e Prior Velho, Moscavide e Portela e da Bobadela, São João da Talha e Santa Iria da Azoia, porque era suposto pertencerem ao futuro Hospital de Todos os Santos, obra que ainda não avançou.
 
Os utentes das uniões de freguesias de Sacavém e Prior Velho e de Moscavide e Portela vão continuar a ser encaminhados para o Hospital de São José.