Urgência Básica de Algueirão-Mem Martins reforça resposta a utentes não urgentes

Urgência Básica de Algueirão-Mem Martins reforça resposta a utentes não urgentes
O Serviço de Urgência Básica (SUB) de Algueirão-Mem Martins foi reforçado com mais um médico, um enfermeiro e um técnico especialista de raio-x, informou o Hospital Fernando Fonseca (Amadora-Sintra).
 
"Esta dotação de pessoal, autorizada pelo Ministério da Saúde, tornar-se-á mais efetiva a partir de 01 de março, altura em que outros dois médicos irão prestar ali serviço em permanência", explicou, em comunicado, o gabinete de comunicação do hospital que serve os municípios de Amadora e de Sintra.
 
Segundo a nota da unidade hospitalar, o SUB instalado nas instalações da antiga fábrica de máquinas de escrever Messa recebe utentes abrangidos pelos centros de saúde de Algueirão-Mem Martins, Rio de Mouro, Pêro Pinheiro e Sintra e, "ao longo dos últimos anos tem-se revelado eficaz no atendimento de doentes menos urgentes, desanuviando assim as Urgências do Hospital Fernando Fonseca".
 
O SUB apresenta "uma média diária de 160 doentes atendidos" e vai "passar a poder realizar um leque mais abrangente de análises clínicas e raio-x", enquanto o reforço de clínicos permitirá dar celeridade ao atendimento dos doentes que procuram um primeiro diagnóstico.
 
Por outro lado, por indicação do Ministério da Saúde, com coordenação de esforços entre a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo e o hospital, também os doentes cujo diagnóstico implique consultas futuras "serão automaticamente inscritos no sistema em vez de terem de se deslocar à Amadora", acrescentou a mesma nota.
 
Um porta-voz do hospital esclareceu que, a partir de 01 de março, o SUB terá cinco médicos, três enfermeiros e um técnico de raio-x em permanência (estes exames eram até agora apenas realizados num período restrito).
 
A mesma fonte hospitalar explicou que os doentes urgentes, que sejam enviados através da Linha Saúde 24, continuarão a ser encaminhados para o Amadora-Sintra, mas que o reforço das equipas no SUB contribuirá para reduzir a procura da Urgência do Fernando Fonseca.
 
"Está tudo a apontar para a entrada em funcionamento [da VMER-Viatura Médica de Emergência e Reanimação] a 01 de março", adiantou o porta-voz do hospital.
 
O ministro Adalberto Campos Fernandes reuniu-se com o presidente da Câmara de Sintra, Basílio Horta (PS), assegurando no final do encontro que o Amadora-Sintra passará a dispor de uma VMER a partir do próximo mês.