Unidade da Sagrada Família recebe primeiros utentes

Unidade da Sagrada Família recebe primeiros utentes

Até ao final do mês de Abril serão ocupadas todas as camas disponíveis.

Unidade de Cuidados Continuados (UCC) da Sagrada Família, construída há quase dez meses pela Misericórdia da Amadora, junto ao bairro da Cova da Moura, na Buraca, já recebeu os primeiros utentes, encaminhados pela rede nacional. Até ao final de Abril as 30 camas estarão ocupadas.
Maria Fernanda Abrantes, 62 anos, há três anos que está numa cadeira de rodas e apenas fala ou mexe os olhos devido a uma esclerose lateral amiotrófica. Doença que a torna totalmente dependente dos outros. Estava em casa a ser tratada pelo marido, também com inúmeras complicações de saúde devido aos seus 63 anos. Como reside em Algés (Oeiras), a abertura da unidade veio ajudar a família a cuidar de si, mantendo-se próxima. “Já não me sentia muito segura em casa, o meu marido já não me conseguia virar e isso estava a trazer-me outros problemas”, desabafa a utente sempre com um sorriso nos lábios, apesar da sua limitação. Foi a primeira a entrar na Unidade que é gerida pela Misericórdia da Amadora. E agora sente-se muito satisfeita porque “são todos muito simpáticos e o espaço é muito confortável”.
No final de Março foi assinado, finalmente, o protocolo entre a Misericórdia da Amadora e a ARSLVT (Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo) que permitiu desbloquear a verba que havia sido prometida para a construção do equipamento, orçado em cerca de dois milhões de euros. A Câmara da Amadora comparticipou 15 por cento e a ARSLVT assumiu o financiamento de cerca de 35 por cento.
Milene Matos Silva

Ler a notícia completa em: http://jr.jornaldaregiao.pt/arquivo/Amadora/Amadora_306.pdf