União Humanitária de Doentes com Cancro alarga serviços ao Seixal

União Humanitária de Doentes com Cancro alarga serviços ao Seixal
 A União Humanitária de Doentes com Cancro (UHDC) inaugurou hoje a sua terceira delegação, no Seixal, com o objetivo de "apoiar os doentes e familiares diretos, através da prestação de apoio gratuito".
 
Cláudia Costa, porta-voz da UHDC, disse à agência Lusa que a necessidade de abrir uma delegação no concelho se deveu à incapacidade de deslocação dos doentes para as instalações em Lisboa, adiantando que surgiu a oportunidade de fazer uma parceria com a Câmara Municipal do Seixal e a Associação de Reformados Pensionistas e Idosos do Fogueteiro (ARPIF), num processo que demorou dois meses.
 
A UHDC assinou um protocolo com o Seixal Saudável, projeto de desenvolvimento da saúde no município. A porta-voz da associação disse que serão promovidos ‘workshops’ de saúde, para que as pessoas adquiram “conhecimentos básicos para uma alimentação saudável, para uma vida menos sedentária”.
 
Outra parceria é com a Clínica de Santa Madalena, em Lisboa, que prestará serviços de medicina dentária. Cláudia Costa referiu, também, que podem “fazer deslocações a um nutricionista”.
 
Para a porta-voz da UHDC, a importância da expansão do apoio aos doentes oncológicos é muito grande, porque as “estatísticas apontam que, em duas pessoas, uma vai sofrer de cancro nos próximos anos”, ultrapassando a “doença que mais mata em Portugal, que é a doença cardiovascular”.
 
“Este concelho tem mesmo muita gente para atender”, afirmou, adiantando que na inauguração estiveram cerca de 60 pessoas.
 
Os doentes oncológicos e familiares diretos podem usufruir deste serviço e não existe um número limite de vagas, desde que “haja capacidade de resposta”.
 
Nesta delegação, o atendimento será assegurado pela própria Cláudia Costa, bem como pela chefe de voluntariado. Haverá também uma equipa de estagiários de Psicologia a fornecer apoio. Quanto aos equipamentos são apenas três salas, entre as quais uma de atendimento e outra de espera.
 
A UHDC, além das instalações no Seixal hoje inauguradas, tem serviços em Lisboa, Amadora e Sintra.