“Um dia de raiva” em Almada

“Um dia de raiva” em Almada

Estreia neste primeiro fim-de-semana de Fevereiro, no Fórum Romeu Correia, Almada a peça “Um dia de raiva”, do grupo GENTES e com encenação do Nuno Pino Custódio. Trata-se de uma peça forte que mergulha de forma feroz no mercado de trabalho tal como ele é nos dias que correm. O público depare-se então com um grupo de pessoas que acaba de chegar. Eles são os novos e são novos também. Mesmo agora recentemente admitidos, ninguém pode negar que os olhos de quase todos estão a brilhar. Exactamente ali instalam o seu posto de trabalho e começam. Passam os dias, correm os corações, perpassam sonhos mas é possível que tudo volte realmente a arrumar-se como uma tenda de circo. E alguém dirá que nem as suas pegadas restaram. Passa o tempo, esse, que será quase sempre o depois que nunca mais chegará, a espera exasperada no lugar onde já não se está, coisa alguma, memória alguma, onde novos trabalhadores em novos contentores irão de certeza voltar.
Chamam-se no mercado “flexíveis” mas têm o nome de “precários”. Trazem habilitações que não interessam ou o estigma do desempregado. São mal remunerados. São escravos disfarçados, subcontratados, quantas vezes a prazo. São falsos trabalhadores independentes, simplesmente intermitentes, estagiários, bolseiros, trabalhadores-estudantes, estudantes. São mães, pais e filhos.

Encontram aqui alguma (evidente) semelhança com a realidade?

Fórum Romeu Correia, sábado, 2 de Fevereiro, pelas 21h30, e domingo, 3 de Fevereiro, pelas 16 horas. Bilhetes de 7,50 euros, com desconto de 50% para jovens, reformados e profissionais do espectáculo.