Transportes públicos em greve a 25 de Dezembro em Lisboa, perturbações a partir de 24

Transportes públicos em greve a 25 de Dezembro em Lisboa, perturbações a partir de 24

Quase todos os transportes públicos da Grande Lisboa vão estar paralisados no dia 25, dia de Natal, em cumprimento da greve aos feriados que se iniciou a 01 de novembro.

De acordo José Manuel Oliveira, da Fectrans (Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações), no próximo dia 25, a Carris, a CP - Comboios de Portugal, a CP Carga, a Refer, a Emef (Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário) e a Rodoviária do Tejo vão estar em greve durante todo o dia.
Também o Metro Sul do Tejo e a STCP (Sociedade de Transportes Coletivos do Porto) fazem greve nesse dia.
Os maquinistas do Metro Transportes do Sul vão cumprir quatro dias de greve de 24 horas a 24 e 25 de dezembro e 01 e 02 de janeiro, mantendo a greve às horas extraordinárias até 15 de janeiro.
Também os trabalhadores das empresas de transportes rodoviários do grupo Barraqueiro vão paralisar no Natal, na sequência da greve aos dias feriados, que se iniciou a 01 de novembro.
Esta greve poderá afetar os transportes públicos rodoviários nos distritos de Leiria, Lisboa e Santarém.
Na Carris, foi entregue um pré-aviso de greve dos trabalhadores às horas extraordinárias, aos dias de descanso semanal e aos feriados.
Além do Metro Transportes do Sul e da Carris, também a CP e a Refer estão em greve ao trabalho em horas extraordinárias.
A CP avisa que foram decretados os serviços mínimos, mas ainda assim prevê perturbações na circulação de comboios, com a supressão da maioria das circulações.
Assim, a CP alerta que estão previstos atrasos e supressões nos dias anteriores e posteriores à greve: no serviço Regional a 24 e 26 de dezembro, durante todo o dia, e nos serviços urbanos do Porto e de Lisboa durante todo o dia 24 e na manhã de 26.
Os trabalhadores contestam as alterações introduzidas pelo Código do Trabalho, que entrou em vigor a 01 de agosto.