Trafaria inaugura centro para apoio alimentar

Trafaria inaugura centro para apoio alimentar

O Centro Paroquial de São Pedro, na Trafaria, está a apoiar com bens alimentares mais de 40 famílias carenciadas. Um trabalho que envolve várias entidades locais e “tem como aliado a autarquia”, realçou o vigário-geral da Diocese de Setúbal, padre João Lobato. “Não podemos ignorar as necessidades básicas das famílias”, lembrou, durante a inauguração das instalações que vão agora consolidar este trabalho social.

No passado domingo, a Freguesia da Trafaria viu concretizado um sonho com mais de uma década. A Câmara de Almada deu a verba para a paróquia adquirir o edifício e instalar o centro, a junta de freguesia disponibilizou meios logísticos, várias entidades deram as mãos e nasceu um projecto “ que faz hoje mais sentido perante uma política nacional que está a tornar os pobres mais pobres”, afirmava a presidente da Junta de Freguesia, Francisca Parreira.

Aliás, o apoio alimentar às famílias carenciadas da freguesia começou há cerca de dois anos através do Programa Escolhas, envolvendo a paróquia, Agrupamento de Escuteiros, autarquia, escolas e Santa Casa da Misericórdia de Almada que se organizaram para doar alimentos provenientes do Banco Alimentar de Setúbal.

Agora com instalações de raiz o trabalho desenvolvidos por estas entidades ganha estrutura para chegar a cada vez mais famílias. “Com o esforço de todos temos conseguido encontrar soluções para ajudar a resolver os problemas locais”, frisava a presidente da Câmara de Almada, Maria Emília de Sousa, que também não perdeu oportunidade para criticar a “falta de políticas nacionais para resolver os problemas das famílias confrontadas com o desemprego”.

Para além da distribuição de produtos alimentares, o Centro Paroquial de São Pedro “vai também apoiar as famílias na educação dos filhos, criando melhores condições para poderem estudar” fora do tempo lectivo, acrescentou o padre da freguesia, Sérgio Quelhas.