Tradição marítima, desporto e lazer na Feira Náutica do Tejo

Tradição marítima, desporto e lazer na Feira Náutica do Tejo

A Região de Lisboa evoca a sua vocação marítima histórica na 3ª edição da Feira Náutica do Tejo, que decorre na Doca de Pedrouços, até domingo, 1 de Junho. No pontão do recinto, estão expostas quatro embarcações tradicionais, barcos de pesca antigos, que no Dia da Criança farão passeios gratuitos mediante inscrição no local.

 

Bons sabores, boa música, animação e o Tejo como pano de fundo é o cenário criado pela Feira Náutica do Tejo e ideal para os finais de tarde de verão.

Os petiscos do Bar do Fundo de Sintra e da Charcutaria Lisboa do Mercado de Campo de Ourique, os doces gelados Santini e ainda o quiosque Somersby são apenas algumas das sugestões para apreciar no espaço lounge da feira à beira-rio.

Os sunsets junto ao Tejo contemplam vários ritmos entre os quais as atuações da cantora Ana Stilwell (29 de maio, às 19h00) e Salvador Seixas, ex-concorrente do programa Voz de Portugal (31 de maio, às 20h00).

Todos os dias ao final do dia decorrem ainda as “Conversas do Mar” sobre diversas temáticas náuticas, com destaque para a “MINI Kitesurf Odyssey” e o relato de Francisco Lufinha sobre o record mundial de maior distância em kitesurf sem paragens. Horários e programa a consultar em www.feiranauticadotejo.com.

A terceira edição da Feira Náutica do Tejo conta com exposição de embarcações em seco e dentro de água e testes de equipamentos náuticos. Vai ter ainda expositores de modalidades desportivas como o stand up paddle, kitesurf, windsurf, wakeboard, bodyboard, jetski, kayak, kayak surf e skimboard.

 Lado a lado com barcos e iates de última geração, as embarcações tradicionais atracadas no Tejo durante a Feira Náutica oferecem a lembrança de um passado distante, quando o rio era percorrido por barcas e varinos, de decoração garrida e florida e com nomes pitorescos. Hoje são atrações turísticas cada vez mais procuradas, pelas suas características únicas em todo o mundo.

A bordo do Varino Pestarola (Barreiro), a Barca Nossa Senhora da Aparecida (Sesimbra) e o Varino Liberdade (Vila Franca de Xira) é possível recordar ou descobrir, numa simples viagem, a ligação histórica que os municípios da Região de Lisboa têm com o rio e o mar.

Datadas da segunda metade do século XX, as embarcações foram recuperadas para estes percursos turísticos.

As três embarcações vão estar em exposição durante toda a Feira Náutica. No Dia Mundial da Criança, dia 1 de Junho, os mais novos vão ter a possibilidade de fazerem um passeio numa destas embarcações, mediante inscrição no local.

A 3ª edição da Feira Náutica do Tejo é organizada pela +Mar – Associação Portuguesa de Turismo e Desportos Náuticos, conta com a coorganização do Porto de Lisboa e o apoio institucional do Ministério da Agricultura e do Mar, da Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa, da Câmara de Lisboa e da Câmara Municipal de Oeiras.