Tradição do ciclismo festejada em Nafarros

Tradição do ciclismo festejada em Nafarros

Como manda a tradição, centenas de adeptos do ciclismo concentraram-se na tarde desta segunda-feira ao longo das estradas que ligam Nafarros, Mato Grande, Janas e Mucifal para ver passar os melhores corredores do pelotão nacional.

A 52.ª edição do Circuito de Nafarros levou até àquela aldeia do concelho de Sintra as principais equipas nacionais e alguns dos ciclistas que estiveram em plano de destaque durante a Volta a Portugal. Hugo Sabido, da LA Antarte, foi o mais aplaudido e também o mais requisitado para autógrafos. O ciclista da Linha queria ganhar perto de casa, mas acabou batido por David Livramento (Tavira/Carmin Prio), que chegou isolado à meta, completando os 80 km do percurso em 1.52,28 horas, com 29 segundos de vantagem para Sabido, que liderou o primeiro grupo de ciclistas a cortar a meta logo após o vencedor. A terceira posição seria conquistada por César Fonte (Efapel/GlassDrive).

David Livramento ganhou ainda o prémio para a Volta mais Rápida, com 13,21 minutos, enquanto Nuno Ribeiro (Efapel/GlassDrive), 9.º da geral, foi o que ganhou maior número de voltas (3).

Amaro Antunes (Tavira/Carmin Prio) triunfou no Prémio da Montanha e nas Metas Volantes.

Por equipas triunfou o Tavira/Carmin Prio.

A prova foi mais uma vez levada a cabo pela União Desportiva e Cultural de Nafarros.