Toyota regressa ao Campeonato Mundial de Ralis (WRC) em 2017

Toyota regressa ao Campeonato Mundial de Ralis (WRC) em 2017
A Toyota vai regressar ao Campeonato do Mundo de Ralis FIA (WRC) em 2017, com o Toyota Yaris WRC, desenvolvido pela marca, no centro técnico situado na Alemanha, em Colónia.
 
Ao longo dos próximos dois anos a TMG vai continuar com o programa de testes e desenvolvimento do Yaris WRC, de forma a preparar a entrada nesta competição, na qual já possui quatro títulos mundiais de pilotos e três de construtores conquistados ao longo da década de 90.
 
A Toyota Motor Corportaion, através do seu presidente Akio Toyoda, anunciou em conferência de imprensa, realizada em Tóquio, a entrada no WRC assim como apresentou mundialmente o Yaris WRC com a sua decoração oficial.
 
O Yaris WRC já completou um programa de testes preliminares em asfalto e em terra, em algumas classificativas Europeias, constituindo uma excelente base para os desenvolvimentos previstos para os próximos meses.
O Yaris WRC está equipado com um motor 1.6 litros turbo de injeção direta e que desenvolve uma potência de 300 CV, ao mesmo tempo, que simulações, testes e prototipagem foram as técnicas adotadas para o desenvolvimento do chassis.
 
Apesar do programa oficial do WRC para Toyota estar confirmado, segue-se ainda o desenvolvimento e afinação dos detalhes, o que vai requerer equipas dedicadas de engenheiros e especialistas para tornar o carro ainda mais competitivo.
 
Vários jovens pilotos já tiveram oportunidade de testar o carro, como o francês Eric Camilli de 27 anos, que foi selecionado a partir do programa de pilotos juniores que visa ajudar a desenvolver a futuras estrelas no mundo dos ralis para a Toyota.
 
Eric vai integrar o programa de desenvolvimento Yaris WRC juntamente com o vencedor do rali francês Tour de Corse, Stéphane Sarrazin que acumula a tarefa de piloto Toyota no Campeonato Mundial de Endurance FIA e, também, Sebastian Lindholm.
 
O programa de testes compreende vários locais e classificativas do WRC na Europa, permitindo os testes na máxima variedade de pisos. A experiência e dados obtidos vão ajudar a Toyota a prepara para a época de 2017, quando novos regulamentos técnicos devem de ser apresentados.
 
O Yaris WRC segue as mesmas cores dos Toyota’s que anteriormente participaram nos ralis. Em 2017, quando regressar à competição passaram quase duas décadas em que a marca conquistou o Campeonato Mundial de Ralis, em 1999.
A época de 1999 marcou o fim de mais 25 anos de atividades relacionadas com o rali na TMG, que se iniciaram sob o nome de Andersson Motorsport GmbH, derivado  do fundador Ove Andersson e que, mais tarde originou a equipa TOYOTA Team Europe (TTE) no WRC.
 
Ao longo desse período conquistaram 43 vitórias com modelos icónicos como o Celica Twin Cam Turbo, GT-Four e outros que derivaram de modelos de série; como o Corolla WRC que foram tripulados por pilotos de renome como Carlos Sainz, Juha Kankkunen e Didier Auriol.
 
A TMG já regressou ao ralis no ano passado com o desenvolvimento do divertido GT86 CS-R3 com vista a participação de privados que queiram participar com um carro homologado para a categoria R3.