Torres Vedras e Alenquer eleitas Cidade Europeia do Vinho 2018

Torres Vedras e Alenquer eleitas Cidade Europeia do Vinho 2018
A candidatura dos municípios de Torres Vedras e Alenquer, no distrito de Lisboa, foi escolhida em Bruxelas para serem Cidade Europeia do Vinho 2018, anunciou a Associação dos Municípios Portugueses do Vinho (AMPV).
 
"A candidatura conjunta apresentada pelos municípios de Torres Vedras e Alenquer foi a escolhida para receber o título de Cidade Europeia do Vinho em 2018", revelou a AMPV na sua página da rede social Facebook, depois da eleição ocorrida no Parlamento Europeu, em Bruxelas
 
A Rede Europeia de Cidades do Vinho (RECEVIN) já atribuiu o título de Cidade Europeia do Vinho a Palmela (2012, Portugal), Marsala (2013, Itália), Jerez de la Frontera (2014, Espanha), Reguengos de Monsaraz (2015, Portugal), Conegliano Valdobbiadene (2016, Itália) e Cambados (2017, Espanha).
 
"É um motivo de orgulho e de muita honra e resulta do trabalho que temos vindo a fazer com os Vinhos de Lisboa", afirmou à agência Lusa o presidente da Câmara de Torres Vedras, Carlos Bernardes.
 
"É um título importante para a divulgação do território e do produto, que é o vinho, que ainda é pouco conhecido, porque quando falamos em vinhos falamos sempre dos do Douro, do Alentejo ou do Dão e esta é uma oportunidade para os turistas conhecerem os Vinhos de Lisboa", disse por seu lado o presidente da Câmara de Alenquer Pedro Folgado.
 
Para 2018 estão previstas mais de 60 iniciativas ligadas aos vinhos nos dois concelhos, adiantaram.
 
Concorreram ao título cidades portuguesas e gregas, tendo ficado impedidas de se candidatarem Itália, França e Espanha.
 
Do lado português, disputaram o título Cantanhede, Viana do Castelo, Ponte de Lima, Peso da Régua e Silves, além de Torres Vedras e Alenquer.
 
"Tivemos as várias regiões vitivinícolas representadas e a candidatura de Torres Vedras e Alenquer representou a região vitivinícola de Lisboa", explicou José Arruda, secretário-geral da AMPV.
 
Os municípios podiam apresentar candidatura até 20 de novembro.
 
Torres Vedras e Alenquer, que contaram com o apoio dos municípios de Lisboa e da Comunidade Intermunicipal do Oeste, que integram a região vitivinícola de Lisboa, justificaram a candidatura "pela importância socioeconómica que a vinha e o vinho" tem na região.
 
A Rede Europeia das Cidades do Vinho (RECEVIN), que integra municípios de 11 países europeus, lançou em 2012 o concurso anual "Cidade Europeia do Vinho", para intuito turístico.
 
A RECEVIN - Rede Europeia de Cidades do Vinho é constituída por cidades com forte dependência económica da viticultura e que se localizam em áreas protegidas.
 
A RECEVIN dedica-se à promoção dos vinhos das diferentes denominações de origem para a dinamização da economia dos respetivos territórios.