Teresa Bonvalot explica nono lugar no Cascais Women’s Pro com 'maior maturidade'

Teresa Bonvalot explica nono lugar no Cascais Women’s Pro com 'maior maturidade'
A surfista portuguesa Teresa Bonvalot confessou  que a sua prestação e consequente nono lugar alcançado no Cascais Womens Pro se deveu a uma maior maturidade, mostrando-se ainda mais motivada para chegar ao circuito mundial.
 
Na ronda de acesso aos quartos de final, a surfista portuguesa não conseguiu superar a australiana Keely Andrew, somando apenas 5,96 pontos, insuficientes para os 9,8 da 11.º do circuito.
 
Contudo, a campeã europeia de juniores confessou que esta foi a edição em que mais evoluiu, apesar das dificuldades para surfar na praia do Guincho.
 
"Este foi, provavelmente, o ano em que mais aprendi. Como estou mais velha em relação às primeiras vezes que competi nesta etapa, também sei olhar para este resultado com maior maturidade. Há ondas boas, mas está difícil, como se pôde ver pelas dificuldades mostradas por algumas das melhores surfistas do Mundo”, explicou.
 
Pelo quinto ano consecutivo a competir com as surfistas da elite mundial na oitava e antepenúltima prova do circuito, ‘Teresinha' passou pela primeira vez um 'heat' e destacou-se na bateria da segunda ronda de repescagem, quando eliminou a atual campeã do mundo, a australiana Tyler Wright.
 
A surfista, 61.ª do ‘ranking' de qualificação, tal como nas palavras das edições anteriores, voltou a mostrar a ambição de chegar ao circuito mundial e está agora mais motivada para conseguir o feito.
 
"Estou motivada para o resto da época e para os próximos anos. O meu objetivo é juntar-me a este grupo de surfistas e esta foi uma excelente oportunidade de aprendizagem, que aproveitei ao máximo", terminou.