Team Novadriver com participação positiva no International GT Open

Team Novadriver com participação positiva no International GT Open
O Team Novadriver participou, em 2014, no International GT Open com um Audi R8 LMS Ultra com as cores do Banco Carregosa, Cision, Galp Fórmula, Novatech Plus, Duoseg, Eco-Cars, Panta Racing Fuels, Autódromo Virtual de Lisboa, SIVA, JK Racing, Amanté, Audi Sport Customer Racing, Audi India e Audi Bank, com César Campaniço e Aditya Patel ao volante, tendo terminado no sexto lugar da categoria GTS deste importante campeonato internacional de GT.
 
Incluído no programa Audi Sport Customer Racing, o Team Novadriver representou o construtor alemão no International GT Open e permitiu que mais um jovem piloto demandasse a Europa para disputar uma competição aguerrida e com um ritmo competitivo elevado. 
 
Falamos de Aditya Patel, um jovem de 25 anos, ligado à Audi Sport e que no ano passado esteve em destaque no ADAC GT Masters ao volante de um Audi R8 LMS Ultra, depois de ter passado pelo karting e pelas corridas de GT, onde venceu as 24 Horas de Nurburgring na categoria SP4T ao volante de um Audi TT RS. Incluído nas fileiras do Team Novadriver, o piloto indiano evoluiu bastante, num progresso impressionante e que deixou os responsáveis da equipa cativados pela sua humildade e carácter afável.
 
O International GT Open disputou-se ao longo de oito jornadas duplas que visitaram circuitos míticos como Nurburgring, Hungaroring, Silverstone, Spa e Monza, além das passagens pelo Autódromo do Algarve, por Jerez de La Frontera e Barcelona. O Team Novadriver esteve em destaque ao longo destas jornadas, com os pontos altos da temporada a registarem-se em Jerez, com uma vitória categórica na primeira corrida dessa jornada dupla e em Barcelona, com mais uma pontuação máxima na primeira prova do fim de semana de encerramento da temporada.
Além destas vitórias, o Team Novadriver com César Campaniço e Aditya Patel e o Audi R8 LMS Ultra com as cores do Banco Carregosa, Cision, Galp Fórmula, Novatech Plus, Duoseg, Eco-Cars, Panta Racing Fuels, Autódromo Virtual de Lisboa, SIVA, JK Racing, Amanté, Audi Sport Customer Racing, Audi India e Audi Bank, conseguiu chegar ao pódio em várias jornadas duplas, acabando por não conseguir ficar nos três primeiros da categoria GTS devido a alguns incidentes em pista que fugiram ao controlo dos pilotos, vitimas da agressividade, por vezes, exagerada, de alguns adversários.
 
Ainda assim, o balanço final da participação do Team Novadriver no International GT Open é amplamente positivo, porque apesar de um “BoP” (Balance of Performance, ou equilíbrio de performance) profundamente desfavorável em relação aos Ferrari 458 Italia – que fazia o Audi R8 LMS Ultra perder muito em linha reta - a verdade é que César Campaniço e Aditya Patel conseguiram excelentes resultados e o piloto indiano conheceu evolução assinalável.
 
E na jornada dupla de encerramento do International GT Open, realizada em Barcelona, o Team Novadriver teve, ainda, a oportunidade de colocar em pista o segundo Audi R8 LMS Ultra e oferecer a mais dois (muito) jovens pilotos a oportunidade de lutar com figuras gradas das competições de GT. Fabien Hamprecht (19 anos) e Fernando Monje (21 anos) conheceram por dentro a realidade de um competitivo campeonato como o International GT Open, tendo estado num excelente nível.
 
Para 2015, o Team Novadriver tem como objetivo a presença num dos campeonatos internacionais de GT, com formato Sprint, e a possibilidade de algumas participações em corridas Endurance, caso projetos interessantes surjam. A constante presença no top-5 das categorias disputadas em três anos de internacionalização da equipa (4º lugar FIA GT3 em 2012, 4º lugar FIA GT Pro-Am em 2013 e 6º lugar GT Open-GTS em 2014), posiciona a equipa portuguesa como uma das melhores representantes da Audi Sport Customer Racing tendo naturais ambições na obtenção de excelentes resultados na próxima temporada.
 
César Campaniço – “Decidimos tarde participar no International GT Open, mas foi uma excelente decisão, pois o campeonato esteve muito competitivo e o Team Novadriver votou a demonstrar qualidade e profissionalismo. Como responsável e piloto da equipa, fiquei muito satisfeito com a prestação de todos ao longo de 2014 e estou extremamente contente pelo facto do Team Novadriver ter cumprido um dos seus objetivos, ajudar jovens pilotos a lançarem-se numa carreira internacional. O Aditya Patel cresceu muito como piloto ao longo da temporada e isso é motivo de orgulho para mim, que fui seu companheiro nas funções de piloto da equipa, mas também para todo o Team Novadriver. É verdade que o resultado final não foi o esperado – queríamos um lugar no pódio da categoria GTS – mas as dificuldades iniciais do Aditya com a agressividade do plantel do International GT Open e termos sido alvos dessa mesma agressividade, a que se juntou um BoP pouco favorável ao Audi R8 LMS Ultra, ditou termos ficado fora desse pódio. Seja como for, o balanço é muito positivo e, na prova final, tivemos os dois Audi R8 LMS Ultra em pista e proporcionámos a mais dois jovens pilotos a possibilidade de medirem forças com um plantel de qualidade e muito aguerrido. O Team Novadriver existe, também, para isso e daqui deixo o desafio aos jovens pilotos portugueses para falarem comigo ou com a equipa para experimentarem o que é um campeonato internacional com um plantel cheio de qualidade ao volante de um dos melhores GT3 do mercado, preparado e assistido por uma equipa muito profissional. Estamos de braços abertos para acolher bons projetos que permitam a jovens valores nacionais competir em pistas tão famosas como Monza, Spa Francorchamps ou o Hungaring.”