Suspeitas de corrupção nas inspecções auto em centro de Oeiras

Suspeitas de corrupção nas inspecções auto em centro de Oeiras

A Polícia Judiciária (PJ) constituiu 39 arguidos, onze deles inspectores num Centro de Inspecção Técnica de Veículos (CITV) do concelho de Oeiras, suspeitos de corrupção, disse hoje à agência Lusa fonte judicial.

De acordo com a mesma fonte judicial, a empresa em causa está localizada no concelho de Oeiras e segundo a PJ, entre 2006 e 2011, no CITV foram aprovados irregularmente, em inspecção técnica, cerca de meia centena de veículos, a troco de contrapartidas económicas e/ou patrimoniais.

A PJ acrescenta em comunicado que esta prática estava profundamente instituída naquele centro de inspecções.

Durante o inquérito foram realizadas diversas perícias documentais, informáticas e bancárias, desencadeadas 32 buscas e apreendidos três veículos por suspeita de viciação do número do quadro.

Além desse material, as autoridades judiciais aprenderam pistolas semiautomáticas, armas eléctricas e diversas armas brancas, assim como cerca de sete mil euros em dinheiro, verba resultante da aprovação irregular dos veículos.

A Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC) da PJ considerou a investigação de grande complexidade. O Inquérito, agora concluído, é constituído por cerca de 170 volumes e apensos.

No decurso da investigação, a Polícia Judiciária contou com o apoio técnico do Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres.