SMAS de Sintra investem 2,4 milhões de euros na ampliação de complexo oficinal

SMAS de Sintra investem 2,4 milhões de euros na ampliação de complexo oficinal
Os Serviços Municipalizados de Água e Saneamento (SMAS) de Sintra vão investir cerca de 2,4 milhões de euros na ampliação do seu complexo oficinal laboratorial, uma obra que visa proporcionar melhores condições de trabalho.
 
De acordo com informação enviada à Lusa, na sequência da internalização nos SMAS da atividade de recolha e transporte de resíduos urbanos – antes desenvolvida na freguesia da Terrugem, na extinta empresa municipal HPEM -, o mapa de pessoal passou a incluir mais 170 trabalhadores, além dos 700 já existentes.
 
"De acordo com esta nova realidade, e considerando que as instalações existentes são insuficientes, os SMAS encetaram esforços para ampliar o seu complexo oficinal", justificou a autarquia.
 
O acordo para a realização da obra, que terá um prazo de execução de quase dois anos, foi assinado hoje pelo presidente do SMAS, que é também presidente da Câmara de Sintra, Basílio Horta.
 
"Esta empreitada assegurará a ampliação e a integração com o edifício existente, proporcionando melhores condições laborais e centralizando serviços técnicos, de modo a potenciar sinergias na gestão dos meios técnicos e materiais", refere a Câmara de Sintra.
 
O novo edifício desenvolve-se ao longo da estrada, na continuação do atual, ao qual será unido por uma galeria.
 
A obra inclui um projeto de arranjos exteriores, respeitando as caraterísticas naturais existentes, e será criado um parque para uma centena de viaturas pesadas.