Sintrense renova plantel a pensar na subida de divisão

Sintrense renova plantel a pensar na subida de divisão

O Sintrense regressou ao trabalho com os olhos postos na subida de divisão. Com um plantel francamente renovado, a equipa conta com onze reforços, oito dos quais oriundos do Sacavenense, de onde também transita o novo treinador, Luís Silva. Do anterior plantel mantêm-se oito jogadores e são promovidos três ex-juniores.

Para Vítor Filipe, vice-presidente responsável pelo futebol sénior do Sintrense, “o objectivo passa forçosamente pela subida de divisão, tendo em conta as alterações aos quadros competitivos e a extinção da III Divisão”. “Há dois anos que lutamos pela subida sem o conseguir. Temos morrido sempre na praia, mas este ano tem de ser diferente. Por isso apostámos numa nova equipa técnica (Luís Silva substitui Luís Loureiro) e num quadro de jogadores ambiciosos, muitos dos quais já representaram o Sintrense”, explica o dirigente.

Por seu lado, o treinador Luís Silva reconhece que “o objectivo a atingir é difícil, pois todos vão querer subir para evitar a inevitável descida aos distritais”. Porém, “tudo faremos para conseguir satisfazer o desejo manifestado pela direcção do clube. Desta equipa podem esperar muito trabalho, muita entrega e muita luta. Estes jogadores vão lutar até à exaustão para conseguir sempre os três pontos e a subida que o clube persegue e merece”.

Como aquisições o Sintrense apresenta. Hugo (gr), Ricardo Pereira, Wilson, Pedro Marques, Sandro Moreira, Tiago Figueiredo, André Cacito e Rui Barroso (todos ex-Sacavenense), Ricardo Feijó (ex-Estoril), Vítor Gomes (ex-Carregado) e Rodrigo Brasão (ex-Linda-a-Velha). Télis, Divaldo e Delgado são os ex-juniores promovidos, enquanto Tiago (gr), Pedro Pereira, Sérgio Brás, Ighor, Emanuel, Edgar, Cleiton e Milton transitam da época passada.