Sintra: Chalet da Condessa d'Edla abre ao público após conclusão do restauro

Sintra: Chalet da Condessa d'Edla abre ao público após conclusão do restauro

O Chalet e o Jardim da Condessa d'Edla, no Parque da Pena, em Sintra, reabre ao público no próximo dia 18 de Abril, às 17 horas, comemorando-se desta forma o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios e a atribuição do importante Prémio Europa Nostra 2013. Esta reabertura marca a conclusão dos restauros das pinturas dos paramentos interiores do Chalet (tetos e paredes em estuque e madeiramentos de vãos e da escada principal) e a abertura ao público da zona envolvente (Jardim da Condessa), cujo acesso foi encerrado após o temporal de 19 de Janeiro de 2013, devido a inúmeras quedas de árvores e à destruição da Casa do Guarda.

Como na primeira fase da recuperação do Chalet, que incluiu o difícil restauro da Sala das Heras, houve a preocupação de reintegrar todos os elementos recuperados do incêndio de 1999. Apoiada por fotografias antes do incêndio e análises laboratoriais (com o apoio do Laboratório José de Figueiredo) foi especialmente complexa a reintegração dos painéis de estuque pintado do Vestíbulo Principal e o restauro das pinturas decorativas do Vestíbulo de Serviço e do quarto de vestir da Condessa (Quarto das Rendas). A restituição das pinturas decorativas do Quarto Principal exigiu uma rigorosa modelação a partir de fotografias dos anos 1990. Numa terceira fase, serão reconstituídos os painéis em embutidos de cortiça que revestiam as paredes e tetos da Casa de Jantar e do Quarto de vestir do Rei D. Fernando, e o parquet decorativo do Vestíbulo Principal, de que subsistiram também alguns fragmentos.

O projeto de recuperação do Chalet da Condessa d’Edla foi recentemente  galardoado com o Prémio Europa Nostra 2013, para o Património Cultural, na categoria de Conservação. De acordo com a Europa Nostra, “o Júri reconheceu o elevado charme e importância deste edifício romântico, e ficou impressionado com o seu meticuloso restauro no seguimento de um incêndio em 1999. O restauro, conduzido após detalhada pesquisa histórica e com apoio de instituições e universidades na área da conservação nacional, demonstra o poder do exemplo nas reconstruções pós-incêndio.

O Chalet e o Jardim da Condessa d’Edla foram construídos por D. Fernando II e sua segunda mulher, Elise Hensler, Condessa d’Edla, entre 1864-1869, na zona ocidental do Parque da Pena, segundo o modelo dos Chalets Alpinos. O edifício foi concebido como construção de recreio, de caráter privado, e o arranjo paisagístico da zona envolvente reuniu espécies botânicas de todo o mundo. Após prolongado abandono o edifício foi destruído por um incêndio em 1999, que consumiu a estrutura interior e coberturas, deixando apenas as paredes de alvenaria. Em 2007, a Parques de Sintra iniciou a recuperação do conjunto, apoiada pelo fundo EEA-Grants, criando um inédito e brilhante novo polo de atração em Sintra, reaberto ao público em 2011.