Samurai, Ana Kap e Guillem Anguera no festival Acordeões do Mundo, em Torres Vedras

Samurai, Ana Kap e Guillem Anguera no festival Acordeões do Mundo, em Torres Vedras
O supergrupo de mestres do acordeão Samurai, os franceses Ana Kap e o espanhol Guillem Anguera vão estar no Festival Internacional Acordeões do Mundo, entre 27 de outubro e 11 de novembro, em Torres Vedras, anunciou hoje o município.
 
O grupo Samurai, composto pelos italianos Ricardo Tesi e Simone Botasso, pelo finlandês Markku Lepisto e pelo irlandês David Munnely, considerados mestres do acordeão, abre o festival no dia 27 e promete ao público uma fusão de técnicas e estilos, como o jazz, o folk ou a música tradicional.
 
O trio francês Ana Kap atua no dia seguinte, juntando ao acordeão o trompete e o violino, a 02 de novembro é a vez do português Tino Costa, que celebra 50 anos de carreira, e o espanhol Guillem Anguera atua a 03 para promover o seu novo álbum, '14 km'.
 
A 04 de novembro, a formação portuguesa Motiv atua, prometendo um concerto em que funde os sons do acordeão com os da guitarra portuguesa e da percussão, levando o espetador a viajar até ao fado, tango ou até ao jazz.
 
Os concertos realizam-se pelas 21:30 no Teatro-Cine de Torres Vedras.
 
A 14º edição do festival volta a encher os espaços públicos da cidade com as sonoridades do instrumento, através das tradicionais ‘merendas de acordeão' em cafés e restaurantes.
 
O Festival Acordeões do Mundo integra o programa das Festas da Cidade 2017, que durante 15 dias contam com tasquinhas, festivais do pastel de feijão e do vinho, mostra de uvada, exposições, entre outros eventos culturais e desportivos.
 
As Festas da Cidade são organizadas por ocasião do feriado municipal, a 11 de novembro.