Rui Machado quer voltar ao top 100 e é arma para a Taça Davis

Rui Machado quer voltar ao top 100 e é arma para a Taça Davis
O tenista português Rui Machado revelou hoje que vai jogar torneios mais pequenos esta temporada, de forma a poder voltar ao “top 100”, depois de várias lesões o terem feito cair no ranking ao longo de 2012.

“Vai ser uma época completamente diferente dos últimos quatro anos. O meu objetivo principal é aproximar-me dos 100 primeiros para jogar os grandes torneios. Vai ser mais difícil, porque vou ter de jogar torneios mais pequenos, onde há menos pontos”, explicou aquele que é o melhor tenista português de sempre na hierarquia mundial (foi 59.º a 03 de outubro de 2011). 
Rui Machado, um dos quatro selecionados para a eliminatória da Taça Davis, que entre sexta-feira e domingo vai opor Portugal ao Benim, no CIF, em Lisboa, está consciente que “este é o caminho”.
“Não há volta a dar, não posso querer começar por cima. Vou ter de jogar alguns ‘futures’. Há quem encare como passo atrás, mas eu não. Sempre tive respeito por quem joga torneios ‘futures’”, completou.
O 317.º tenista mundial vai seguir o conselho dos médicos, que lhe recomendaram “muita cautela e grande atenção das cargas” físicas na recuperação das lesões que sofreu na temporada passada, tanto no pulso como no joelho, e iniciar a época com poucos torneios para a meio do ano poder jogar sem limitações.
Machado, que sábado será homenageado com o galardão ITF Commitment Award, que distingue os jogadores com 20 ou mais presenças na Taça Davis, espera poder continuar a representar Portugal nos próximos anos.
“Estou com vontade de jogar mais três, quatro, cinco anos. Até pode ser mais se estiver saudável. Quanto à Taça Davis até posso estar no meu melhor ranking, mas se eles estiverem todos entre os 20 [melhores]… Se estiver bem, estarei sempre ‘convocável’”, confirmou. 
Além de Rui Machado, também João Cunha e Silva, Nuno Marques, Leonardo Tavares e Emanuel Couto serão distinguidos com o  ITF Commitment Award. 
A eliminatória da Taça Davis que opõe a seleção de Portugal à congénere do Benim, no CIF, de sexta-feira a domingo, terá entrada gratuita.
O inédito confronto entre a equipa portuguesa e a do centro-africana, a primeira ronda do Grupo II da Zona Europa/África da Taça Davis, vai realizar-se no “court” coberto do CIF, no parque florestal de Monsanto, em Lisboa.
A seleção de Portugal, que inicia a preparação nesta segunda-feira, é formada por João Sousa, Pedro Sousa, Rui Machado e o estreante André Gaspar Murta. Pedro Cordeiro é o “capitão”.