Rotary Club de Sintra festeja aniversário com entrega de cadeiras de rodas e aposta na juventude

Rotary Club de Sintra festeja aniversário com entrega de cadeiras de rodas e aposta na juventude

O Rotary Club de Sintra (RCS) assinalou no passado domingo o seu 34.º aniversário, com um jantar festivo que reuniu mais de uma centena de pessoas no Hotel Tivoli Sintra.

Na ocasião foram entregues mais duas cadeiras de rodas no âmbito do projecto “Dê uma tampa à indiferença”, levado a cabo pelo Rotary sintrense desde 2005 e que já permitiu a entrega de 750 cadeiras de rodas e outros equipamentos a instituições sociais, a pessoas carenciadas e a várias entidades, através da recolha de mais de 700 toneladas de tampinhas de plástico destinadas a reciclagem.

Desta vez, a entidade contemplada foi o Complexo de Piscinas do Jamor, que envolveu todos os seus utentes, técnicos e familiares na recolha de mais de 4 toneladas de material reciclável. O produto da venda desse material permitiu a compra de duas cadeiras de rodas próprias para utilização em balneários, “o que vai permitir uma melhor utilização das piscinas do Jamor por parte de pessoas com mobilidade reduzida”. De acordo com o professor José Serrador, que representou o Complexo de Piscinas do Jamor no evento, “esta iniciativa do RCS é de grande valia, pois envolve muita gente em prol de uma causa comum”. “Neste caso, conseguimos melhores condições para que as pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida possam praticar desporto”, acrescentou.

Para além de cerimónia evocativa do 34.º aniversário do Rotary Club de Sintra, com a evocação dos momentos mais marcantes desta organização solidária, a noite ficou marcada pela constituição formal do Interact Club de Sintra, que reúne 12 jovens, quase todos com 13 anos, dispostos a implementar vários projectos e iniciativas de serviço e apoio à comunidade.

O Interact funciona, assim, como uma estrutura do Rotary, destinada a jovens dos 13 aos 18 anos, tal como já acontece com o Rotaract Club, que junta jovens dos 18 aos 30 anos.

Mesmo antes da constituição formal, os membros do Interact Club de Sintra já desenvolveram várias actividades de carácter solidário, tais como uma feira do livro para angariar fundos para a “Missão Guiné”, o apoio ao Projecto Golfinho, desenvolvido com o Colégio Vasco da Gama e que juntou mais de 300 jovens com deficiência nas piscinas daquele colégio, ou a recolha de alimentos e roupas para distribuir à população carenciada.

“Queremos evoluir como grupo e fazer o melhor pela nossa região. A nossa motivação é apoiar muitas pessoas e fazer muito por Sintra”, anunciou José Maria Oliveira, de 13 anos, presidente da nova estrutura rotária.

Jorge Carvalho, presidente do Rotary Club de Sintra, deu as boas-vindas aos primeiros membros do Interact e considerou aquele “como um momento histórico” para a organização. “Estamos perante um grupo de jovens que já se revêem no trabalho voluntário e na acção solidária, em prol da comunidade e dos mais desprotegidos”.

A cerimónia foi presidida pelo governador do Distrito Rotário 1960, Luís Miguel Duarte, que felicitou o RCS pelos seus 34 anos de “de grande conteúdo, com uma história de serviço e trabalho em prol da comunidade”.

No âmbito das suas actividades, o RCS promove, em parceria com o Instituto Português de Sangue, uma recolha de sangue, já no próximo domingo, dia 14, entre as 9 e as 13 horas, no Salão Paroquial da Igreja de São Miguel.

Rotary Club de Sintra