Rock Street regressa ao Rock in Rio inspirada na Grã-Bretanha e na Irlanda

Rock Street regressa ao Rock in Rio inspirada na Grã-Bretanha e na Irlanda

A Rock Street está de regresso ao Rock in Rio! Esta rua ceneográfica, que fez sucesso na edição de 2012, regressa assim renovada à Cidade do Rock portuguesa e, desta vez, inspirada na Grã-Bretanha e na sua vizinha Irlanda.

Todos os dias, das 16H00 à meia-noite, a Rock Street proporciona oito horas de um ambiente alegre e divertido, onde o público se sente a viajar pelo exótico bairro londrino Camden Town e pelo irlandês Grafton Street, com artistas de rua também imersos nesta temática. A RSBB atuará em todos os dias do evento com um repertório que celebra sobretudo a música do mítico quarteto britânico The Beatles.

Bruce Leitman, diretor artístico deste espaço, referiu que "a Rock Street é um lugar de interação e de inclusão, o ponto de encontro do Rock in Rio, onde o público é parte do cenário e participa do espetáculo. O inesperado acontece a qualquer momento e aplaudimos o improviso”.

 

As novidades da Rock Street

Nesta edição, quem passar pela Rock Street vai encontrar uma estátua viva de John Lennon, um Guarda do Palácio de Buckingham, um fotógrafo vitoriano com adereços para o público, músicos interpretando clássicos do rock inglês, bandas de música irlandesas, gaita-de-foles escocesa, violino irlandês, malabaristas punk, Hula Hoop, assim como outras figuras presentes na última edição: caricaturista, acrobatas, mágico e cartomante.

Todos os dias, na abertura de portas, a gaita-de-foles escocesa irá dar as boas-vindas ao público e encaminhar os primeiros fãs a entrar na Cidade do Rock para o cenário descontraído e envolvente da Rock Street.

As vinte lojas, bares e restaurantes da Rock Street vão também ficar imersos na temática dos pubs ingleses e nas ruas de Dublin. Tal como na edição de 2013 do Rock in Rio, no Rio de Janeiro, estas estruturas são de fibra de vidro (material sustentável e de fácil reutilização).

Fotos: Agência Zero