Rock In Rio é o primeiro festival com sustentabilidade certificada em Portugal

Rock In Rio é o primeiro festival com sustentabilidade certificada em Portugal

O Rock In Rio Lisboa é o primeiro festival com certificação de sustentabilidade em Portugal, e um dos primeiros no mundo, o que levou a organização a passar a medir o seu impacto social na comunidade, disse fonte da organização.

"É um dos primeiros [festivais a ter a certificação de sustentabilidade] a nível mundial", disse à Lusa a coordenadora para área da Sustentabilidade do Rock In Rio Lisboa, Dora Palma, acrescentando que, "em Portugal, é o primeiro" festival com a certificação, assim como aconteceu no continente americano, através do Rock in Rio Brasil.

O Rock in Rio Lisboa obteve a certificação de acordo com a norma internacional de Sistemas de Gestão para a Sustentabilidade de Eventos ISO 20121.

"Estamos mais uma fez a ser pioneiros - e numa temática que não é muito comum aos eventos", como é o caso da sustentabilidade, reforçou.

Dora Palma avançou que, na edição deste ano, em Lisboa, que marca o 10.º aniversário do festival na capital portuguesa, o Rock in Rio decidiu levar mais longe a preocupação, tentando "mensurar os impactos sociais" na comunidade.

A ideia, esclarece Dora Palma, é encontrar formas de minimizar ou compensar os factores negativos e potenciar os positivos, melhorando o desempenho global.

A vertente ambiental "está mais desenvolvida, porque, desde 2006, compensamos a 'pegada carbónica', o que quer dizer que fazemos o levantamento do que é o nosso impacto ambiental", disse Dora Palma, dando o exemplo da gestão de resíduos - que são conduzidos para valorização ou para reciclagem -, um problema central para este tipo de eventos.

"O mais complicado de documentar", porém, "são os impactos sociais", prossegue a responsável. "Sabemos que há um impacto económico, [que] melhora a qualidade de vida, mas vamos mexer com a dinâmica diária das pessoas" que habitam na área do Parque da Bela Vista. E são esses aspectos que vão agora merecer a atenção da organização.

A norma internacional de Sistemas de Gestão para a Sustentabilidade de Eventos ISO 20121 é atribuída depois de auditorias feitas pela Associação Portuguesa para a Certificação (APCER), e obriga as empresas a estruturarem a forma como funcionam e a registar todos os procedimentos, nos diferentes departamentos ou áreas de atuação.

"A ISO veio obrigar-nos a documentar os nossos processos, e uma das surpresas foi que o Rock In Rio já aplicava muitas das medidas sugeridas", afirmou Dora Palma à Lusa, realçando que também se trata do reconhecimento de que "já se fazia muita coisa, a nível ambiental, social e económico".

O festival foi igualmente escolhido pela organização EE Music para caso de estudo, a nível nacional, devido às práticas de eficiência energética e sustentabilidade.

O Rock in Rio Lisboa 2014 realiza-se nos próximos dias 23, 25, 30 e 31 de Maio e 01 de Junho e, até agora, já estão confirmadas as presenças de Robbie Williams, Linkink Park, Queen of the Stone Age, Arcade Fire e Justin Timberlake.