Renault Mégane RS Trophy: Adrenalina ao máximo

Renault Mégane RS Trophy: Adrenalina ao máximo
Seria fácil preencher estas colunas de texto com adjectivos sobre a série limitada do Mégane RS Trophy, mas o espaço disponível não chegaria para evidenciar todas as qualidades de um Renault tão especial. 
 
Por isso, começamos com números: 275 cavalos. Sim! Leu bem: 275 cv, mais dez que a versão anterior, extraídos de um motor turbo de 2.0 litros, com um pico de binário de 360 Nm (mais 10 Nm), disponível entre as 3000 e as 5550 rpm, capaz de uma velocidade máxima de 255 km/hora. 
De resto, este Renault Mégane RS Trophy é recordista da volta mais rápida para carros de série com tracção dianteira no circuito de Nürburgring.
Para alcançar estas performances, o que não se recomenda numa tarde domingo (nem é preciso dizer porquê), é preciso, contudo, seleccionar os modos Sport ou Race no sistema de codução dinâmica RS Drive, que transforma este Mégane num autêntico carro de corridas.
 
E foi com este modelo que saímos para a estrada durante alguns dias, com a noção plena que não podíamos dar rédea solta a tantos cavalos, sob pena de ficarmos sem carta durante os próximos cem anos ou de contribuirmos para engrossar ainda mais a sobrelotação das cadeias.
Para tirar partido das potencialidades deste Mégane, teríamos de recorrer a um circuito fechado, o nem sempre é fácil de conseguir. Mesmo assim, conseguimos momentos de grande e raro prazer em estradas que já foram troços de rali, onde foi possível ouvir o cantar proporcionado pelo sistema de escape em titânio da Akrapovic. A somar ao lote de melhorias, muitas da quais herdadas dos modelos de competição, temos ainda novos amortecedores de uma via, reguláveis e com molas de aço, da Öhlins e pneus Michelin Pilot Sport Cup 2, específicos para o RS e vocacionados para pilotagem em pista, montados em jantes pretas de 19'' “Speedlina Turini”. 
 
O ar imponente de carro de rali, verificado também no interior, com bancos da Recaro em camurça que são autênticas 'bacquet' de competição, desperta a atenção de qualquer um. Ainda lá dentro, destaque para o RS Monitor 2.0, integrado no sistema multimédia R-link, que projecta num ecrã de 7'' gráficos e manómetros com informações preciosas para qualquer piloto, permitindo um registo de dados para posterior análise.
 
Com tudo isto, a experiência de condução é fascinante e difícil de retratar por escrito. Para quem gosta e, sobretudo, para quem pode, este é um autêntico carro de corrida, disponível por 44.150€. 
 
Paulo Parracho
 
                                                      Informação Produto Mégane RS Trophy.pdf (1453573)

Renault Mégane RS Trophy