Rally de Portugal Histórico revive 'Noite de Sintra'

Rally de Portugal Histórico revive 'Noite de Sintra'

Já está na estrada mais uma edição do Rally de Portugal Histórico. A prova levada a cabo pelo ACP decorre até sábado, com destaque para a derradeira etapa, que recria a mítica noite de Sintra, na madrugada de sexta-feira para sábado.

O Rally de Portugal Histórico ganhou uma projecção e impacto internacional ímpares em vários países da Europa e a confirmá-lo estão as inscrições de muitas equipas estrangeiras: 68, contra 16 nacionais, num total de 84 formações.

Deste modo, de 8 a 12 de Outubro, o ACP vai levar para a estrada mais um grande evento de desporto automóvel com a sua chancela. Carros carismáticos do antigo Rally de Portugal e do Mundial proporcionarão uma excelente oportunidade de contacto do público com as equipas participantes, garantindo mais uma verdadeira festa do automobilismo que relembrará os intensos tempos vividos em locais como Arganil, Lousã, Caramulo, Freita, Viseu, Montejunto, Sintra e tantos outros.

Com base na experiência de sucesso das edições anteriores, o percurso deste ano terá uma extensão de 2079,61 Km e foi desenhado nas mais carismáticas estradas de asfalto do país. Sendo o rali uma verdadeira prova de regularidade, serão disputadas 46 provas especiais de classificação, num total de cerca de 671,73 Km (32,3% do percurso).

O Rally de Portugal Histórico 2012 teve início nos Jardins do Casino Estoril, no dia 9, terça-feira, pelas 14h30, com o primeiro concorrente a largar com destino a Tomar, onde chegará pelas 19h15, após cumprir as primeiras quatro provas de regularidade absoluta (PRA) e 1 prova de regularidade por setores (PRS), no Kartódromo do Bombarral, pelas 16h30, num total de 280,51km de percurso e 41,35 de classificativas.

Na quarta-feira, dia 10, os concorrentes saem de Tomar pelas 09h00 horas para a segunda etapa, com 378,09Km, com a primeira PRS (1,96 Km) a realizar nos arredores de Arganil. A neutralização da hora do almoço terá lugar naquela vila mítica para os ralis nacionais, entre as 12h50 e as 14h30, e chegada a Viseu está agendada para as 18h45, depois de efetuada mais uma PRS (2km) na Avenida Europa de Viseu, pelas 18h30, e 9 PRA, somando 140,42km.

A terceira etapa, a disputar quinta-feira, dia 11, terá início (08h00) e final (23h55) em Viseu, com neutralização em Lamego, entre as 13h00 e as 14h45, e na Régua, entre as 19h10 e 20h40. A seguir ao almoço (14h55) terá lugar a já habitual prova de PRS de Lamego (1,21Km), num dia com 13 PRA, quatro das quais nocturnas, totalizando 200,23Km.

Na sexta-feira, dia 12, será o regresso a sul, com a quarta etapa, que larga de Viseu pelas 08h00, com a primeira neutralização do dia no Golf Montebelo, entre as 12h20 e as 14h00, numa seção que inclui a primeira PRS do dia, na distância de 2,31km, e quatro PRA. Segue-se uma ligação até à Ortigosa (Leiria), com mais quatro PRA e a tradicional PRS no Kartódromo de Milagres (1,85km), pelas 18h58.

 

A Noite de Sintra

Será depois a ligação para o reviver da noite de Sintra e dos inesquecíveis troços da Lagoa Azul e da Peninha, que obrigarão a um andamento bastante vivo para evitar fortes penalizações. A passagem do primeiro concorrente está prevista para cerca das 00h05 de dia 13, e entre as duas rondas haverá um reagrupamento na Praça da Maratona do Autódromo do Estoril, de cinco minutos, a partir da 01h00. A chegada aos Jardins do Casino Estoril está agendada para as 02h00. Nada menos do que 801,4km dos quais 289,73km em classificativas.

De salientar, entre os inscritos, as presenças dos portugueses José Grosso e Pedro Jerónimo e do belga Jose Lareppe, os únicos que poderão bisar a vitória, bem como do francês Robert Neyret, ao volante de um Citroen DS que pertenceu à equipa oficial da marca francesa.