“Quinteto Lisboa” apresenta-se

“Quinteto Lisboa” apresenta-se

Os músicos João Gil, José Peixoto e Fernando Júdice, e as vozes de María Berasarte e Hélder Moutinho estão unidos num novo projecto musical: o Quinteto Lisboa. O projecto tem por base o mesmo tipo de registo criativo que deu origem aos projectos musicais nascidos na década de oitenta. Tal como então, trata-se de dar uma alma nova ao fado, levando compositores e intérpretes a encontrar o melhor da canção de Portugal.

Deste modo, o Quinteto Lisboa surge a partir da cumplicidade de vários anos entre a dupla de compositores João Monge (letrista) e João Gil (músico e guitarrista) - ambos fundadores da Ala dos Namorados - e de dois dos músicos que fizeram parte da segunda formação dos Madredeus, José Peixoto (guitarrista) e Fernando Júdice (baixista). As vozes são de Hélder Moutinho e Maria Berasarte.

O primeiro é um fadista da geração que surgiu na década de noventa e que faz parte do panorama musical do Fado, com três discos editados entre os quais um deles premiado como melhor disco de fado (Prémios Amália Rodrigues 2005). María Berasarte é uma cantora nascida em San Sebastian no País Basco e que após diversas colaborações com grandes músicos e compositores espanhóis como Javier Limon ou José Luís Montón veio a gravar o seu primeiro disco “Todas Las Horas Son Viejas”, com produção e direcção musical de José Peixoto. O seu álbum de estreia foi considerado pela crítica portuguesa como o melhor disco de fado gravado por uma voz estrangeira.

Depois de grandes canções criadas para os grupos Trovante, Ala dos Namorados, Filarmónica Gil, Rio Grande, Fados de Amor e Pecado e Baile Popular, os compositores, João Monge e João Gil sentiram uma grande necessidade de criar algo que marcasse o “movimento” para aquela que pressentem vir a ser a “nova Música Urbana Portuguesa” MUP.

O concerto de apresentação acontece esta sexta-feira, 7 de Setembro, às 21h30, no Grande Auditório da Culturgest, em Lisboa.