PSP vai tomar medidas adicionais no jogo entre Sporting e Benfica e em Lisboa

PSP vai tomar medidas adicionais no jogo entre Sporting e Benfica e em Lisboa
A Policia de Segurança Pública (PSP) afirmou hoje que existirão medidas adicionais para a segurança global da cidade e no Estádio de Alvalade para o dérbi de sábado entre Sporting e Benfica, devido aos atentados de Paris.
 
"As medidas adicionais [no estádio], umas são visíveis outras não, não vamos divulgá-las mas verão pequenas alterações na envolvente e no recinto", assumiu em conferência de imprensa o subintendente Pedro Pinto, responsável pela coordenação das forças de segurança.
 
A PSP explicou que não há, até ao momento, alterações dos níveis de segurança em Portugal, não tendo havido "qualquer intervenção governativa que altere os níveis de segurança", mas apontou o reforço de segurança em Lisboa como necessário, uma vez que "amanhã [sábado], em Lisboa, o jogo não será o único grande evento" apontando um espetáculo musical no Meo Arena à mesma hora do início jogo.
 
"Não houve um acréscimo do nível de risco [de segurança nacional], os procedimentos de segurança foram os mesmos, mas obviamente amanhã também estaremos mais atentos com alguns elementos visíveis e outros não. Os meios são semelhantes, haverão outras valências direcionadas para a segurança global da cidade e que estarão disponíveis caso seja necessário", referiu Pedro Pinto.
 
O subintendente deu o exemplo do último dérbi, que decorreu no estádio da Luz, sem "registo de grandes ocorrências", assumindo que a PSP tem trabalhado comas direções de segurança dos dois clubes.
 
"A caracterização do jogo em termos legais é de risco elevado, o dérbi do mês passado também, mas as pessoas foram ao estádio, viram o jogo e não temos registo de grandes ocorrências. Temos trabalhado com as direções de segurança dos clubes para que haja uma responsabilização dos adeptos", sublinhou.
 
A PSP, que não avança o número de efetivos, assumiu que o número "não foge muito ao normal" e lançou vários pedidos aos adeptos, entre os quais que "evitem de transportar malas e mochilas, para evitar maior tempo de revista".
 
Já o comissário Rui Costa reiterou que, caso exista "alguma alteração radical", o plano de segurança poderá ser modificado e apelou também para que os adeptos se dirijam cedo para o estádio, pois "as revistas vão demorar algum tempo".
 
O jogo entre Sporting e Benfica, da quarta eliminatória da Taça de Portugal de futebol e que é considerado um jogo de risco elevado, terá início às 20:00 de sábado, com arbitragem de Jorge Sousa, da associação do Porto.