PSP identificou três jovens alegadamente envolvidos em confrontos na Amadora

PSP identificou três jovens alegadamente envolvidos em confrontos na Amadora

A PSP identificou três jovens que supostamente estiveram envolvidos nos confrontos entre dois grupos rivais, ocorridos hoje à tarde, junto à escola secundária de Seomara da Costa Primo, na Amadora, que provocaram um morto.
Fonte da PSP disse à agência Lusa que três jovens estão sob custódia desta Polícia, para depois serem entregues à Judiciária, que tomou conta da ocorrência, para serem ouvidos.
Um dos jovens, que foi identificado pela PSP, foi o que sofreu ferimentos ligeiros na cabeça e está no Hospital Amadora-Sintra.
Os confrontos entre jovens de dois grupos rivais, hoje à tarde, provocaram uma vítima mortal, de 20 anos, e um ferido ligeiro, de 19 anos.
Segundo a PSP, os confrontos deram-se à entrada da escola, tendo depois os dois jovens entrado o estabelecimento de ensino, onde o de 20 anos acabaria por morrer, devido a ferimentos provocados por facadas no tronco.
Entretanto, o corpo do jovem já foi retirado da escola e vai para o Instituto Nacional de Medicina Legal de Lisboa.
Dentro da escola, encontra-se um grupo de psicólogos que estão a dar apoio a familiares e amigos da vítima.
Uma testemunha no local contou à agência Lusa que viu dois jovens a fugirem para o interior da escola, um deles com uma faca cravada no tronco e o outro com sangue na cabeça, resultado de uma pedrada.
No interior da escola, o agressor voltou a agredir os dois jovens, acabando um deles por morrer, vítima de ferimentos causados por arma branca.
O estabelecimento de ensino básico e secundário foi de imediato encerrado.
Mónica Colaço, jovem moradora num prédio fronteiro à escola, contou à Lusa que os desacatos começaram num descampado contíguo ao estabelecimento, onde existem muitas pedras.
A PSP montou um dispositivo à entrada da escola, tendo mais de meia centena de populares ocupado o passeio fronteiro à entrada do estabelecimento de ensino, alguns dos quais amigos ou conhecidos da vítima mortal.
Segundo a PSP, os dois grupos rivais já se tinham envolvido em confrontos na quarta-feira, em Queluz, tendo continuado hoje as agressões entre os jovens.