PSP e ASAE encerram fábrica de produtos alimentares

PSP e ASAE encerram fábrica de produtos alimentares

A PSP e a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) ordenaram o encerramento de uma fábrica de transformação e comércio de produtos alimentares na Venda Seca, Sintra, por falta de condições de higiene e de licenciamento.

De acordo com a PSP, a fábrica foi encerrada na terça-feira, após uma acção de fiscalização conjunta com a ASAE, após uma denúncia de que a fábrica funcionava de forma ilegal nuns armazéns abandonados naquela localidade.

O responsável da fábrica disse às autoridades que naquele espaço trabalhavam três empregados que dormiam e partilhavam um quarto dentro daquelas instalações.

Segundo a PSP, os empregados não tinham contrato de trabalho e há fortes suspeitas de que trabalhavam mais de 12 horas por dia. Dois deles encontravam-se em situação ilegal em território nacional, pelo que foram notificados a abandonar voluntariamente o país.

Ao responsável da fábrica foram elaboras um Auto de Noticia por Contra-ordenação, por dar emprego a cidadãos ilegais, e uma participação por falta de condições de trabalho.