PSP detém casal suspeito de venda de droga na via pública e fiscaliza condutores

PSP detém casal suspeito de venda de droga na via pública e fiscaliza condutores

A PSP da Amadora deteve um casal suspeito de tráfico de droga. No cumprimento de três mandados de busca e apreensão, a polícia deteve uma mulher de 30 anos e um homem de 36, no no Bairro do Alto da Cova da Moura, na Amadora.

Os suspeitos vendiam droga em plena via pública, atraindo ao local dezenas de consumidores que ali se deslocavam propositadamente para adquirir estupefacientes.

A acção da PSP incidiu em duas habituações e num estabelecimento de restauração e bebidas, onde foram apreendidas 242 doses de heroína, 139 doses cocaína, 111 comprimidos anabolizantes, um bastão extensível, dois telemóveis, um frasco de amoníaco, um moinho, duas balanças de precisão, 4 990 euros e diversos utensílios para corte e mistura de estupefaciente.

Operação 'Grandes Vias'

A PSP deteve, entre as 23:00 de quinta-feira e as 04:00 de hoje, em Lisboa, 17 pessoas, a maioria por condução sob o efeito de álcool, no âmbito da operação “Grandes Vias”, anunciou aquela força policial.

Segundo um comunicado hoje divulgado, das 17 detenções efetuadas no âmbito da operação “Grandes Vias”, nove foram por condução sob o efeito de álcool, quatro por falta de habilitação legal para conduzir, duas por desobediência, uma por tráfico de estupefacientes e outra para cumprimento de mandado de detenção.

Esta operação envolveu cerca de 500 agentes, apoiados por mais de cem viaturas, que realizaram “operações de fiscalização rodoviária e prevenção criminal nos principais eixos viários da área metropolitana de Lisboa”, nomeadamente na Ponte 25 de Abril, IC17, IC16, Avenida Marginal, acessos ao IC19, Avenida 24 de Julho, Avenida da Republica, Avenida de Ceuta, Avenida Infante D. Henrique e Alameda D. Afonso Henriques.

Ao todo, foram fiscalizadas 2.802 viaturas, sendo que 2.597 eram ligeiros de passageiros, 124 ligeiros de mercadorias, 49 veículos de duas rodas e 32 pesados.

No âmbito desta operação foram ainda apreendidos dez documentos, oito viaturas, 64 doses de um produto suspeito de ser haxixe e 2,33 doses de um produto indeterminado.

No total, foram feitos 1.443 testes de álcool, sendo que a grande maioria dos condutores testados - 1.408 -, apresentava uma taxa de álcool no sangue inferior a 0,5 gramas por litro.