PSD de Sintra reitera apoio à candidatura de Marco Almeida

PSD de Sintra reitera apoio à candidatura de Marco Almeida

O PSD/Sintra vai enviar uma carta ao líder do partido onde reafirma o apoio ao atual vice-presidente da câmara de Sintra como candidato nas autárquicas, rejeitando assim o nome indicado pela distrital de Lisboa, revelou hoje fonte partidária.

Em declarações à Lusa, Alexandre Sebastião, da Comissão Política Concelhia de Sintra, a carta apoia a escolha de Marco Almeida, atual número dois de Fernando Seara da Câmara de Sintra, e contesta a escolha da Distrital de Lisboa, o deputado Pedro Pinto.
O envio da carta foi aprovado numa reunião da concelhia, com nove votos a favor e duas abstenções, explicou o dirigente local do partido.
Na carta, a concelhia “manifesta preocupação pela forma como processo foi conduzido pela distrital de Lisboa. Acho lamentável que estes senhores que estão em Lisboa tomem estas decisões sem consultar as estruturas locais", disse.
Alexandre Sebastião adiantou que em junho a concelhia de Sintra aprovou o nome do vice-presidente da câmara, dando conhecimento à distrital de Lisboa que, mais tarde, e no dia em que esse nome foi votado "apareceu com o nome do deputado Pedro Pinto sem consultar os sintrenses".
"Se o deputado Pedro Pinto tinha interesse em ser candidato a Sintra tinha que dar conhecimento à concelhia que depois faria uma votação entre os dois candidatos. Foi claramente um nome imposto pela distrital de Lisboa", afirmou.
A escolha do nome de Pedro Pinto como candidato - ainda terá que ser homologado pela comissão política nacional - em detrimento da candidatura de Marco Almeida (que já disse que tenciona avançar em qualquer situação, mesmo como independente) tem sido bastante contestada também por autarcas do PSD.
Oito presidentes de juntas de freguesia PSD do município de Sintra enviaram igualmente uma carta ao presidente do partido e à comissão política nacional, onde reiteram o apoio a Marco Almeida.
Segundo um desses presidentes, Eduardo Duarte Casinhas (Junta de Freguesia de Santa Maria e São Miguel, o apoio da distrital a Pedro Pinto é uma "decisão extemporânea que veio perturbar a estrutura local do PSD".
"Sou um militante antigo do PSD e não estou habituado a isto. É altura de devolver Sintra aos sintrenses", afirmou.
Contactado pela agência Lusa, o vice-presidente da câmara e candidato independente, Marco Almeida, mostrou-se "satisfeito" com o apoio de autarcas e da concelhia de Sintra e prometeu que será sempre candidato.
A agência Lusa tentou contactar o presidente da concelhia de Sintra, José Faustino, e o deputado Pedro Pinto, que se mostraram incontactáveis até ao momento.