PS Oeiras quer Inspeção-Geral da Educação para averiguar problemas de amianto em escola

PS Oeiras quer Inspeção-Geral da Educação para averiguar problemas de amianto em escola

O PS de Oeiras pediu hoje, em reunião de assembleia municipal, que fosse solicitada uma intervenção da Inspeção-Geral da Educação e da Ciência para "esclarecer e averiguar" problemas com amianto na Escola de São Julião da Barra.

O pedido, segundo o deputado Pedro Almeida, surge na sequência de um estudo realizado pela Associação da Defesa do Consumidor (DECO), no final de setembro, que deu conta da má qualidade do ar numa escola do concelho, devido à existência de placas de amianto deterioradas no estabelecimento, sugerindo a "remoção imediatada" das mesmas.

Os socialistas haviam já questionado o executivo liderado pelo independente Paulo Vistas sobre a situação, que esclareceu que o caso estava "controlado".

"Apesar dos esclarecimentos prestados pela câmara, a análise do relatório técnico entretanto remetido aos deputados municipais pela DECO adensa muitas dúvidas sobre as condições daquela escola", segundo o requerimento entregue hoje pelos socialistas.

Além disso, acrescentam, foram "identificadas várias escolas no concelho onde existe amianto e o risco deve ser removido, sendo por isso inaceitável o adiamento do investimento nas obras nas escolas, seja pela câmara municipal ou pela administração central".

O PS requereu hoje, por isso, que "seja solicitada a intervenção da Inspeção-Geral da Educação e da Ciência no sentido de esclarecer e averiguar se têm fundamento as conclusões da DECO sobre a escola de Oeiras em causa e quais as medidas e obras necessárias ainda necessárias para debelar definitivamente o problema da existência de amianto nas escolas".