Primeira feira turística de Lisboa e Oeiras promove região a 6 e 7 de Dezembro

Primeira feira turística de Lisboa e Oeiras promove região a 6 e 7 de Dezembro

A primeira feira turística de Lisboa e Oeiras chega ao Passeio Marítimo de Algés a 6 e 7 de Dezembro e visa promover, junto dos famílias, diferentes meios para conhecer a cidade, a preços mais acessíveis.

O “Lisbon outdoor day”, organizado pelo portal turístico ezimute, vai permitir que os visitantes experimentem, “a preços especiais para toda a família, esta oferta que foi construída nos últimos anos, mais para os turistas que nos visitam”, assinalou José Diogo Madeira, da organização.

O representante do ‘site’ acrescentou que alguns munícipes desconhecem as atividades que serão ali promovidas, situação que se pretende inverter.

“Há uma coisa nos lisboetas que é ‘não faço este fim de semana, faço depois, faço para o próximo’ e vão deixando e nunca fazem”, pelo que “a ideia é concentrar tudo num espaço e numa data”, referiu José Diogo Madeira.

A feira tem entrada gratuita, mas para realizar passeios terrestres (em motas, carros, buggies, bicicletas e tuk-tuk), fluviais (em veleiros), aéreos (em helicópteros), pedestres ou em anfíbios os preços variam entre um e 75 euros.

A apresentação do evento à imprensa foi feita a bordo do autocarro anfíbio Hippotrip, um dos participantes na feira, numa viagem que começou na Doca de Santo Amaro e culminou no heliporto de Algés, em Oeiras, onde estavam as restantes empresas.

O responsável da empresa Hippotrip, Frank Alvarez, disse que cada viagem no custará 12 euros (oito euros no caso das crianças e dos seniores), enquanto normalmente os preços rondam os 25 euros.

Estarão também presentes veículos elétricos tuk-tuk da Eco Tuk Tours Lisbon, através dos quais os visitantes poderão passear por um euro por pessoa – enquanto as viagens custam no mínimo 50 euros por uma viagem/hora para seis pessoas.

De acordo com João Tubal, responsável por esta empresa, o percurso será feito entre o Passeio Marítimo de Algés e a Torre de Belém.

Uma outra empresa presente é a Lisbon Helicopters, que terá um “voo especial” entre Algés e a margem sul do rio Tejo, disse o representante, Duarte Bravo.

Neste dia, uma viagem de helicóptero de sete minutos para três pessoas custará a cada uma 25 euros, quando normalmente têm um custo de 35 euros por pessoa e duram cinco minutos, adiantou.

O presidente da Câmara de Oeiras, Paulo Vistas, afirmou na apresentação que o município “tem muitos pontos de interesse turístico a acrescentar à oferta turística de toda a região”, como a vinha de Carcavelos, o Palácio Marquês de Pombal e o Parque dos Poetas.

Já a diretora do departamento de Emprego, Empreendedorismo e Empresas da Câmara de Lisboa, Ana Margarida Figueiredo, salientou que a capital portuguesa “tem de ser promovida enquanto região e não só enquanto cidade”.

Da iniciativa, farão ainda parte empresas como a AlegriaRent, Bike a Wish, Bike bar tours, Lisbon Eco Tours, Miss Lisbon, Palmayachts, Red Tour, Yellow Bus Carristur.

A organização espera que por ali passem “cerca de 20 mil pessoas”, indicou José Diogo Madeira.