Presidente da federação faz balanço positivo das Finais do World Tour de ténis de mesa

Presidente da federação faz balanço positivo das Finais do World Tour de ténis de mesa
O presidente da Federação Portuguesa de Ténis de Mesa (FPTM), Pedro Miguel Moura, fez hoje um balanço o positivo das Finais do World Tour de ténis de mesa, que decorreram em Odivelas, enaltecendo a qualidade dos atletas.
 
Após o último dia de competição, o líder federativo sublinhou a importância da realização das Finais do World Tour em Portugal, considerando esta organização "um momento de grande prestígio" para o desporto português.
 
"Foi um momento de grande prestígio para o ténis de mesa português, para a Federação portuguesa, para o desporto português, um momento que acaba com uma final em que estavam o número um e o número dois mundial, com a participação do público. Só espero que quem acompanhou a prova esteja satisfeito e que aprenda que o ténis de mesa é das modalidades mais espetaculares e que tem também de singrar no panorama desportivo português", sublinhou.
Sobre a prestação dos atletas portugueses Pedro Miguel Moura assumiu que os objetivos traçados foram atingidos.
 
"Os atletas portugueses tiveram algum destaque, acabando por cumprir aquilo que eu assumi como objetivo desportivo que era uma medalha. É um momento de orgulho e prestigio para todos os que se empenharam neste evento", sublinhou.
 
Os portugueses Tiago Apolónia e João Monteiro conquistaram a medalha de prata na variante de pares masculinos, após perderem na final com a dupla japonesa composta por Masakata Morizono e Yuya Oshima por 4-1, num evento em que os chineses Ma Long, em masculinos, e Ning Ding, em femininos, conquistaram as medalhas de ouro de singulares.
 
O World Tour Grand Finals juntou em Odivelas os melhores jogadores do circuito mundial de 2015.