Práticas de política familiar distinguem Câmara da Amadora

Práticas de política familiar distinguem Câmara da Amadora

A Câmara da Amadora voltou a ser distinguida pelas “boas práticas de política familiar ”. A cerimónia de entrega da bandeira verde da iniciativa “Autarquia + Familiarmente Responsável 2013” a 37 municípios, entre os quais o da Amadora, foi realizada esta semana em Coimbra. O galardão foi recebido pela vereadora responsável pelas áreas da ação social e educação da autarquia, Cristina Farinha.   

Pelo terceiro ano consecutivo a Câmara Municipal da Amadora foi distinguida como uma das “Autarquias + Familiarmente Responsáveis”. O reconhecimento resulta de um inquérito realizado pelo Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis, com o objetivo de dar visibilidade às câmaras que possuam boas práticas de política familiar.

Na atribuição do prémio foram analisadas dez áreas de atuação, nomeadamente os apoios à maternidade e paternidade; o apoio às famílias com necessidades especiais; serviços básicos; educação e formação; habitação e urbanismo; transportes; saúde; cultura, desporto, lazer e tempo livre; cooperação, relações institucionais e participação social e outras iniciativas desenvolvidas.

Foram ainda analisadas as boas práticas das autarquias para com os funcionários autárquicos em matéria de conciliação entre trabalho e família.

A atribuição deste prémio representa para a Câmara Municipal da Amadora o reconhecimento do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido na criação e implementação de políticas integradas de apoio à família no território. Destas destacam-se as políticas de acompanhamento familiar em situações de crise; o Programa Aprender & Brincar, com a dinamização de atividades extracurriculares; o Programa Recriar a Vida, através da promoção da aprendizagem ao longo da vida; o incentivo à criação de estágios em empresas locais de pessoas portadoras de deficiência; o Programa PH+, de apoio à recuperação de habitações degradadas; a criação e requalificação dos espaços verdes de proximidade; a realização de caminhadas pela saúde, instalação de circuitos pedonais e de manutenção e ainda a realização de iniciativas culturais diversificadas em horários suscetíveis de ocupar os tempos-livres em família.

O desenvolvimento destas e outras políticas familiares representa para a Autarquia um desafio na promoção da qualidade de vida das suas famílias munícipes.