Polícias fizeram minuto de silêncio nas esquadras em honra dos agentes mortos

Polícias fizeram minuto de silêncio nas esquadras em honra dos agentes mortos
Os polícias de serviço em todas as esquadras da PSP do país fizeram um minuto de silêncio às 11:45 de hoje em honra dos dois agentes que morreram na quarta-feira de manhã quando perseguiam dois suspeitos de assalto.
 
O minuto de silêncio foi feito às 11:45, hora aproximada da morte dos agentes, por ordem do diretor nacional da PSP, superintendente Luís Peça Farinha.
 
“Honrando o agente Rainho e o agente Santos, da esquadra de São João da Tala, que ontem sucumbiram quando perseguiam suspeitos de furtos em residência, far-se-á hoje às 11:45 um minuto de silêncio em honra destes dois heróis”, refere o despacho do diretor nacional enviado para todas as esquadras.
 
Os dois polícias, que estavam colocados na esquadra de São João da Talha, no concelho de Loures, foram colhidos na quarta-feira de manhã por um comboio entre a Bobadela e Sacavém, durante uma perseguição policial a dois homens suspeitos de terem assaltado uma residência, entretanto detidos.