Pintores e arquitetos nos palcos portugueses em exposição em Cascais

Pintores e arquitetos nos palcos portugueses em exposição em Cascais
O trabalho de artistas e arquitetos na conceção plástica e de obras ligadas ao mundo do espetáculo abre ao público na terça-feira no Palácio da Cidadela de Cascais, uma mostra comissariada pelo Museu Nacional do Teatro e da Dança.
 
Resultado de uma parceria entre o Museu da Presidência da República e o Museu do Teatro e da Dança, a exposição é hoje inaugurada, às 21:30, e pode ser visitada de quarta-feira a domingo, entre as 14:00 e as 20:00, até 31 de agosto.
 
Intitulada "Visitas Espetaculares: pintores e arquitetos nos palcos portugueses", apresenta pela primeira vez algumas obras do acervo do Museu do Teatro e da Dança para divulgar uma faceta menos conhecida de importantes artistas portugueses do século XX.
 
Comissariada por José Carlos Alvarez, diretor do Museu Nacional do Teatro e da Dança, a exposição vai revelar ao público, pela primeira vez, os desenhos de Almada Negreiros para o argumento do bailado "O Jardim da Pierrette", apresentado no Teatro da Trindade em 1918.
 
"Trata-se de um raro e singular conjunto de desenhos que espelham o interesse particular de Almada Negreiros pelo universo da dança e pelas personagens da Commedia dell'Arte, Pierrot e Arlequim", destaca o museu.
 
Vão estar em foco a conceção plástica e a construção de obras ligadas ao mundo do espetáculo, figurinos, trajes de cena e maquetas de cenário em plano ou 3D.
 
Entre as obras menos conhecidas está também o figurino do bailado Variações Paganini, da autoria de José de Guimarães, apresentado pelo Ballet Gulbenkian em 1978.
 
Estão igualmente representados pintores e arquitetos que visitaram por vezes o universo das artes do espetáculo, como Maria Keil, Mário Cesariny, Emilia Nadal, e Gracinda Candeias.
 
Outros ficaram ligados de forma mais duradoura àquele universo, como foi o caso de Almada Negreiros, Milly Possoz, Bernardo Marques, ou Sá Nogueira, e outros ainda dedicaram grande parte das carreiras artísticas às artes do palco, como Abílio de Mattos e Silva, Maria Adelaide Lima Cruz e José Manuel Castanheira.