Pena suspensa de 18 meses para militar que atingiu ocupante de veículo em fuga

Pena suspensa de 18 meses para militar que atingiu ocupante de veículo em fuga

O Tribunal de Sintra condenou hoje a 18 meses de prisão, com pena suspensa, o militar da GNR que disparou sobre uma viatura que escapou a uma operação STOP, atingindo um jovem que ficou paraplégico.

O militar da GNR, além da pena suspensa de 18 meses de prisão, por um crime de ofensa à integridade física por negligência, foi ainda condenado a pagar 83.938 euros ao centro hospitalar de Lisboa pelos tratamentos efetuados ao jovem atingido pelo disparo.

No acórdão é também condenado a três anos de prisão efetiva o condutor da viatura, Ruben Lopes, hoje com 26 anos, pelos crimes de condução sem habilitação legal e de resistência e coação sobre funcionário.