Pedro Pinto quer potenciar 'Marca Sintra' em termos turísticos e económicos

Pedro Pinto quer potenciar 'Marca Sintra' em termos turísticos e económicos

O candidato do PSD/CDS-PP à Câmara de Sintra visitou o Palácio Nacional de Queluz e defendeu que a “Marca Sintra” tem que ser vendida como um todo, aliando o património ao turismo para potenciar o desenvolvimento económico

Pedro Pinto defende que Sintra tem valor próprio e por isso deve conquistar a independência de Lisboa no que toca ao Turismo. “Sintra não pode continuar a ser apenas uma extensão dos percursos que os turistas fazem a Lisboa. Tem que conquistar a independência da capital porque Sintra vale por si só”, afirmou o candidato do PSD/CDS-PP.

No Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, Pedro Pinto visitou o Palácio Nacional de Queluz. “Em Sintra todos os dias são de monumentos e sítios. Vive-se este dia com naturalidade. Mas os monumentos – como o Palácio de Queluz -, os produtos gastronómicos e regionais, as praias e sítios do Concelho devem ser apresentados de uma forma global para que a Marca Sintra tenha mais força. E é isso mesmo que quero fazer”, defendeu.

Pedro Pinto acredita que deve haver uma maior integração entre o Património e o Turismo para potenciar o Desenvolvimento Económico e assim atrair mais investimentos na área hoteleira. “Para que a “Marca Sintra” seja reconhecida por todos os portugueses e também a nível internacional tem que ser vendida como um todo. Devemos aliar o Património ao Turismo e assim desenvolver a Economia Local”, afirmou o candidato.

A acompanhar Pedro Pinto, durante a visita, estiveram a directora do Palácio, Inês Ferro, João Lacerda Tavares, um dos administradores da Parques de Sintra - Monte da Lua, e o vereador do Turismo, José Lino Ramos.