Pedro Pinto defende passe social em Sintra

Pedro Pinto defende passe social em Sintra
Pedro Pinto garante ter conseguido, junto do secretário de Estado das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, a garantia de que o governo tudo fará para que os preços dos passes sociais para os sintrenses não subam. Em reunião, Sérgio Monteiro declarou ao candidato à Câmara de Sintra que, mesmo que a VIMECA saia do acordo, o Governo está a trabalhar em alternativas para manter o custo do passe ao cidadão. 
“A solução para os passes sociais de transportes em Sintra não pode prejudicar os cidadãos que vivem na periferia de Lisboa”, referiu ontem à tarde o secretário de Estado das Obras Públicas, Transportes e Comunicações ao candidato da coligação “Mais Sintra”, Pedro Pinto. O Governo trabalha numa solução que possa manter a VIMECA dentro do acordo e, se tal não for possível, há alternativas a ser trabalhadas para que nenhum cidadão fique a pagar mais pelo serviço de transporte por viver na periferia. 
No encontro - pedido por Pedro Pinto para se informar sobre a situação na VIMECA – Sérgio Monteiro disse que o Governo tem presente a difícil situação das famílias de Sintra que precisam de passes sociais combinados para se deslocarem diariamente de casa para o trabalho. O secretário de Estado adiantou que, depois de ouvir os argumentos do candidato à Câmara de Sintra, ficou ainda mais sensível para este problema tendo declarado que, neste momento, não pode ser pedido um sacrifício maior às famílias da periferia da Capital.
“Este é o tipo de diálogo construtivo que queremos manter com o Governo de forma a que os Sintrenses tenham os seus direitos reforçados”, afirmou Pedro Pinto à saída da reunião no Ministério da Economia.