Paulo Vistas admitiu resultado 'aquém da expetativa' em Oeiras

Paulo Vistas admitiu resultado 'aquém da expetativa' em Oeiras
O recandidato independente à Câmara de Oeiras Paulo Vistas admitiu hoje que o resultado da sua candidatura ficou "aquém da expectativa", felicitou todos os autarcas eleitos e deu os parabéns aos vencedores no concelho.
 
"Sinceramente, o nosso resultado fica aquém da expectativa, mas em democracia é assim, portanto nós respeitamos aquilo que é a decisão do povo de Oeiras, e estamos cá para continuar a trabalhar, estamos cá para defender este projeto político, que é um projeto independente", afirmou o presidente da câmara.
 
O autarca, que falava na sede de candidatura, em Paço de Arcos, após se conhecerem as projeções da vitória de Isaltino Morais, reconheceu ter ficado "surpreendido", mas congratulou-se que tenha "havido uma grande adesão às urnas".
 
"Queria felicitar todos os presidentes de câmara que foram eleitos, todos os autarcas que foram eleitos para mais um mandato, em geral, e, em particular, queria dar os parabéns aos vencedores aqui em Oeiras", afirmou Paulo Vistas.
 
O presidente da autarquia recandidatou-se pelo movimento Independentes, Oeiras Mais à Frente (IOMAF), pelo qual foi eleito em 2013, então ainda com o apoio de Isaltino Morais, que decidiu agora concorrer à câmara pelo movimento Inovar Oeiras de Volta (IN-OV).
 
Em relação à possibilidade de voltar a assumir responsabilidades num executivo liderado por Isaltino Morais, de quem foi vice-presidente e que substituiu na presidência quando o autarca deixou a câmara para cumprir pena de prisão, por fraude fiscal e branqueamento de capitais, Vistas respondeu que irá "refletir" com a sua equipa.
 
Nas eleições à Câmara de Oeiras concorreram Paulo Vistas (Independentes, Oeiras Mais À Frente), Isaltino Morais (Inovar Oeiras de Volta), Sónia Gonçalves (Renascer Oeiras), Joaquim Raposo (PS), Ângelo Pereira (PSD/CDS-PP/PPM), Heloísa Apolónia (CDU), Miguel Pinto (BE), Pedro Torres (PAN), Safaa Dib (Livre), Isabel Sande e Castro (Nós, Cidadãos!), Pedro Perestrello (PNR), André Madaleno (PTP) e Alda Gameiro (PCTP/MRPP).