Passageiros ocasionais vão poder pagar transportes públicos de Lisboa com multibanco

Passageiros ocasionais vão poder pagar transportes públicos de Lisboa com multibanco

Os passageiros ocasionais dos transportes públicos de Lisboa vão poder pagar as viagens através de um cartão bancário, prescindido assim do carregamento do cartão pré-pago, revelaram hoje os Operadores de Transportes (OTLIS) em comunicado.
De acordo com aquela entidade, que integra o Metro e a Carris, a OTLIS e a Caixa Geral de Depósitos (CGD) vão lançar em breve “um cartão bancário com aplicação de transportes, que visa facilitar o acesso aos transportes públicos”.
O cartão está direcionado para clientes ocasionais, dispensa a obrigatoriedade de se carregar previamente um título pré-pago e basta o cliente aproximar o cartão de um validador para validar a sua viagem de metro, autocarro, elétrico, barco e comboio.
“A CGD assegura o pagamento correspondente à viagem efetuada, por débito ao cliente, sem qualquer encargo adicional para este”, lê-se no comunicado.
O preço da viagem será equivalente ao preço dos outros títulos ocasionais, mas a OTLIS admite que possam ocorrer “pequenas diferenças que deverão ser confirmadas junto dos operadores aderentes”.