Parques de Sintra reage à decisão da Câmara quanto à compra do Hotel Netto

Parques de Sintra reage à decisão da Câmara quanto à compra do Hotel Netto

A Parques de Sintra Monte da Lua já reagiu à deliberação da Câmara de Sintra sobre o direito de prefer~encia na aquisição das ruínas do antigo Hotel Netto, na Vila de Sintra:

 

"A Parques de Sintra – Monte da Lua, S.A., empresa de capitais exclusivamente públicos que gere as principais propriedades públicas em Sintra, de que são acionistas o Estado, representado pela Direção Geral do Tesouro e Finanças, o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, o Turismo de Portugal e a Câmara Municipal de Sintra, recebeu, em setembro de 2012 (DL 205/2012, de 31 de agosto), a gestão do Palácio Nacional de Sintra.

Imediatamente depois, contactou a  empresa Tivoli Hotels e Resorts, proprietária da ruína do ex-Hotel Netto, com vista a estudar uma solução para a recuperação desta ruína, visto que se situa ao lado do Palácio de Sintra. 

A Tivoli Hotels, manifestou disponibilidade em vender as ruínas do ex-Hotel Netto. Contactados os acionistas, estes vieram a concordar com a proposta de aquisição das mesmas por 600.000 euros. Esta proposta envolveu o estudo da sua adaptação a residência jovem/hostel, de modo a viabilizar a sua recuperação e vitalizar o Centro Histórico de Sintra.

Sempre com a concordância dos acionistas, a recuperação do ex-Hotel Netto foi candidatada, com sucesso, ao Programa Reabilitar para Arrendar promovido pelo IHRU (Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana).

A Câmara Municipal de Sintra deliberou hoje exercer o direito de preferência nesta aquisição, que legalmente lhe assiste por o imóvel se situar na Zona de Proteção do Palácio Nacional de Sintra, monumento nacional".