Paredão de Cascais interdito à circulação devido ao estado do mar

Paredão de Cascais interdito à circulação devido ao estado do mar

O Paredão de Cascais foi esta tarde interditado, devido à agitação marítima. "Afastámos as pessoas do paredão como medida de prevenção", revelou o comandante da Capitania do Porto de Cascais, Dario Moreira. A forte agitação do mar e a preia-mar, por volta das 16:00, levou a autoridade marítima a condicionar a utilização do paredão entre as praias do Tamariz, Poça e Azarujinha.

A partir das previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera para forte agitação marítima, a Autoridade Nacional de Proteção Civil decretou alerta vermelho para sete distritos do país, entre os quais Lisboa, entre as 12h00 e as 23h59 desta segunda-feira.

"Prevê-se que as condições de agitação marítima comecem a melhorar nas próximas horas, mas vamos estar atentos à situação durante a próxima preia-mar", admitiu Dario Moreira, apesar de não esperar mais danos com a subida da maré até às 04h00 de terça-feira.

A Polícia Marítima foi chamada a tomar conta de um incidente que envolveu uma mulher na Praia da Poça.

O comandante da Capitania do Porto de Cascais ainda aguardava esclarecimentos sobre as circunstâncias em que a mulher foi resgatada de dentro de água, uma vez que os seus pertences não foram arrastados para o mar.

A mulher foi assistida por uma unidade do Instituto Nacional de Emergência Médica e transportada "em estado grave" para o Hospital de Cascais.