Orçamento Participativo está de volta

Orçamento Participativo está de volta

Câmara desafia munícipes a apresentarem propostas.

Cerca de meia centena de munícipes deram o pontapé de saída, no passado dia 10 de Abril, na Escola Secundária da Cidadela (Cascais), para a edição 2012 do Orçamento Participativo (OP), um mecanismo que permite aos cidadãos decidirem sobre o destino de uma parte do Orçamento Municipal (no valor de um milhão e meio de euros), para realização de projectos que não devem ultrapassar, em cada um dos casos, o montante de 300 mil euros.
Na primeira sessão do OP, o presidente da Câmara de Cascais, Carlos Carreiras, mostrou-se optimista com este processo: “Mais do que expectativas, são grandes responsabilidades porque o Orçamento Participativo de 2011 correu muito bem e teve uma grande participação. Está neste momento em execução e iniciámos, este ano, o segundo OP que acredito vamos superar de uma forma mais vincada e exigente daquilo que foram os resultados alcançados, que foram extraordinários, em 2011”.
Em declarações ao JR, o vereador da Gestão Financeira e Patrimonial, Nuno Piteira Lopes, adiantou que, como o OP de 2011 foi reconhecido como um sucesso, “optámos por não fazer grandes mudanças porque, como diz o ditado, 'em equipa vencedora não se mexe'”. No entanto, além de uma maior divulgação das diferentes sessões, “decidimos apostar na diversidade dos locais para a realização das sessões de participação. Por outro lado, o processo inicia-se cerca de dois meses mais cedo, o que permitirá mais algum tempo para avaliação das propostas e início do processo de votação em Setembro. Outra diferença, correspondendo ao pedido de diversas pessoas durante o processo do ano passado, é a realização de duas sessões de participação ao fim-de-semana (sábado às 17h00), dando oportunidade aos cidadãos para quem as sessões durante a semana seriam mais difíceis”, revelou Nuno Piteira Lopes.
As próximas sessões irão ter lugar em Carcavelos, dia 19 de Abril às 21h00, na Sociedade Recreativa Musical de Carcavelos; em Manique, 21 de Abril às 17h00, na Escola Salesiana de Manique; na Parede, 24 de Abril às 21h00, na Escola Secundária Fernando Lopes Graça; em Tires, 26 de Abril às 21h00, no Grupo Recreativo Dramático 1.º Maio; em S. João do Estoril, 3 de Maio às 21h00, na Escola Secundária de São João do Estoril; e, finalmente, na Amoreira, 5 de Maio às 17h00, na Escola Básica e Jardim-de-Infância Raul Lino (Monte Estoril).

Francisco Lourenço

Ver notícia completa em:  http://jr.jornaldaregiao.pt/arquivo/Cascais/cascais_306.pdf