Oeiras apresenta Programa de Educação Ambiental aos professores

Oeiras apresenta Programa de Educação Ambiental aos professores
A Câmara Municipal de Oeiras promove a sessão de apresentação do Programa de Educação Ambiental para as escolas (PEA) 2017/ 18, no dia 20 de outubro, entre as 14H30 e as 17H30, no templo da Poesia - Parque dos Poetas, em Oeiras. Nesta sessão vão ser apresentadas as propostas de atividades ambientais, para os docentes das escolas públicas, privadas e instituições de solidariedade social do Concelho.
 
O PEA é promovido anualmente em articulação com um conjunto de parceiros locais e nacionais e pretende constituir um conjunto de recursos de carácter transversal e multidisciplinar através do qual as escolas possam promover a educação para a sustentabilidade, não só dentro das suas fronteiras físicas, mas em conjunto com a comunidade envolvente, potenciando a criação de comunidades pró-sustentabilidade, desafiando-se as escola a ter uma participação mais ativa na sensibilização ambiental da comunidade envolvente e na resolução de problemas locais.
 
O Programa iniciou-se no ano letivo 1994/95, com a temática dos Resíduos, tendo atualmente uma programação que envolve 70 atividades (Ações em recinto escolar, Visitas de Estudo, Oficinas, Concursos, Comemoração de dias temáticos, entre outras) no âmbito de diversas temáticas, nomeadamente, Ambiente e Sustentabilidade, Água e Saneamento, Ecossistemas Aquáticos e Marinhos, Alimentação, Animais em meio urbano, Energia, Resíduos, Mobilidade Sustentável, Ruído e Natureza e Biodiversidade local. Em média nos últimos anos têm sido promovidas anualmente mais de 400 ações envolvendo cerca de 12.000 alunos, professores e assistentes educativas.
 
Este ano o programa conta com um conjunto de 70 propostas de atividades promovidas pela Câmara Municipal e 45 parceiros, que dinamizam projetos educativos de âmbito local e nacional de especial interesse em matéria de ambiente e sustentabilidade, nomeadamente: SIMAS de Oeiras e Amadora, Tratolixo, Valormed, Aquário Vasco da Gama, Direção Geral de Politica do Mar, Associação Portuguesa de Lixo Marinho, Associação Portuguesa de Educação Ambiental, Associação Bandeira Azul da Europa, BD Portugal 2055, Movimento Bloom, Centro Pedagógico do Jardim Zoológico de Lisboa, ERP-European Recycling Platform, CP-Comboios de Portugal, Projeto MARE, We Value – Universidade de Lisboa, AMB3e, Projeto Apeixonados, MOMS – Eco-Escovinhas, Campanha Papel por Alimentos, Biodiversity4all, ITQB Oeiras - UNL, Liga para Proteção da Natureza, Projeto Educativo Galp, ACA-M - Projeto Papa Léguas, GEOTA – Projeto CoastWatch, Jardim Botânico da Ajuda, Centro de Ecologia Aplicada do ISA, Cerciência - Jardim Botânico Tropical, MAAT – Fundação EDP, Deco Jovem, Flora Om, IPMA-Escolas, EPAL, Associação Chão da Terra, Associação Pet-BHavior, EcoXexperience, Apistrela, Quinta do Zé Pinto, Parque de Monsanto, Associação Porta Amarela, ABB, Centro de Frutologia da Compal, Zoia, Muzumbos e Betweien.
 
Ao longo de 23 anos, este projeto tem vindo a contribuir para a uma crescente literacia ambiental: a aquisição de conhecimentos, competências, valores e atitudes, com desígnio de sustentabilidade, que permitam uma cidadania mais ativa e ambientalmente culta, revelando-se crescente, ano após ano, o interesse demonstrado pelos docentes na participação dos alunos em atividades de educação ambiental.
 
Pretende ainda contribuir para a promoção dos princípios da Estratégia Nacional de Educação Ambiental 2017-2020 (ENEA 2020) nas escolas, através de três eixos temáticos: Descarbonizar a Sociedade, Tornar a Economia Circular e Valorizar o Território.