Odivelas não quer mega-agrupamento de saúde em Loures

Odivelas não quer mega-agrupamento de saúde em Loures

A Câmara de Odivelas manifestou-se indignada com a decisão da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) de criar um mega-agrupamento de saúde Loures/Odivelas, sediado em Sacavém, Loures.

Em comunicado, a Câmara de Odivelas explica que esta decisão foi comunicada hoje pela ARSVLT, no âmbito da reestruturação dos agrupamentos e centros de saúde, depois de a autarquia ter emitido em Abril um parecer desfavorável e de ter solicitado uma reunião com o Governo.

“Esta situação é verdadeiramente inusitada e inqualificável no relacionamento institucional entre um Governo e uma câmara municipal. Reafirmamos a nossa total e firme oposição a esta reestruturação”, refere o comunicado.

No entender da Câmara de Odivelas, a criação de um mega-agrupamento para os dois concelhos vizinhos (Loures e Odivelas) com sede em Loures “compromete a prestação dos cuidados de saúde aos munícipes de Odivelas”.

“Consideramos que as vantagens económicas resultantes das economias de escala que se geram com a fusão dos agrupamentos se perdem na prestação efectiva dos cuidados de saúde primários”, argumenta a autarquia.