Nuno Barroso abre 'Clube do Piano' na Sala Mil Sonhos do Caseiro Arneiro

Nuno Barroso abre 'Clube do Piano' na Sala Mil Sonhos do Caseiro Arneiro

O cantautor, compositor e produtor Nuno Barroso, de 36 anos, é o convidado VIP da primeira sessão do "Clube do Piano", no dia 2 de Maio, quinta-feira, às 22 horas, na Sala Mil Sonhos do Caseiro Arneiro (Cascais), apresentando o seu recente CD de piano, "Musica Mundi" (Ovação). O "Clube do Piano" é um projecto do Departamento Cultural do Grupo Caseiro, apoiado pelo jornal online de Cultura e Lazer "Hardmusica", que visa a troca de experiências e informações sobre a arte de tocar piano, com sessões abertas aos pianistas e aos aspirantes a pianistas, oferecendo-se, deste modo, a oportunidade de contactar com o público e de evoluir na música. 
O/a grande vencedor/a do "Clube do Piano" tornar-se-á pianista do Caseiro do Arneiro durante uma temporada, sendo que os/as candidatos/as são avaliados pelos padrinhos da iniciativa: os reputados pianistas João Balula Cid e Victor Zamora.

 

Clube do Piano

O "Clube do Piano" do Grupo Caseiro arranca no dia 2 de Maio e decorre às quintas-feiras, às 22 horas, - numa primeira fase - durante uma temporada de três meses. Para participarem, os/as candidatos/as só têm de enviar, para o e-mail relacoespublicascaseiro@gmail.com, uma pequena gravação áudio/vídeo demonstrativa do seu trabalho, informando, também, a data em que vão estar disponíveis para actuar. 

Cada pianista seleccionado tocará um repertório de 30 minutos. Por cada evento apenas serão escolhidos 2-3 pianistas para apresentação na Sala Mil Sonhos do restaurante Caseiro Arneiro. As sessões do "Clube do Piano" pautar-se-ão pela informalidade, permitindo aos pianistas apresentarem-se num espaço descontraído e relaxante e às famílias e amigos apoiarem os seus candidatos, reunindo-se à mesa e saboreando a excelência gastronómica do Caseiro. Foram convidados os alunos das escolas e conservatórios de Lisboa, Oeiras, Cascais e Sintra,  bem como vários pianistas já consagrados. Este primeiro ciclo de concertos abrirá a época com a presença de jovens e promissores talentos. Neste encontro, a música clássica será abordada de uma forma diferente, não se esquecendo a versatilidade do magnífico instrumento (o piano) para estilos mais contemporâneos. Este "Clube do Piano" do Caseiro visa o aperfeiçoamento musical e pessoal, permitindo aos candidatos a pianistas a oportunidade ímpar de actuarem ao vivo, testarem conhecimentos, e serem avaliados por pianistas de primeiro plano. 
Como os lugares são limitados (cerca de 100), aconselha-se a reserva das mesas, o quanto antes, para um jantar especial seguido do espectáculo intimista em que o piano é rei e senhor. 

 

CASEIRO: a vertente sócio-cultural na Restauração

O Grupo de Restauração CASEIRO, com dois espaços no concelho de Cascais (Arneiro e Praia de Carcavelos), além de oferecer aos clientes e amigos a excelência gastronómica, de serviço e atendimento, tem apostado, desde o início (há três anos), na Cultura. Entendemos que um restaurante não deve ser só uma «cantina», um local frio e árido apenas usado para saciar a fome. Segundo a nossa filosofia empresarial, um restaurante deve ser, ao invés do enunciado, mais um ponto-de-encontro de simpatias, afectos e cumplicidades; e uma refeição deve ser, acima de tudo, uma experiência humana enriquecedora e prazerosa, até porque um almoço/um jantar é dos poucos momentos do frenético dia-a-dia laboral dos nossos dias em que dispomos de alguma tranquilidade e serenidade para desfrutarmos, com todos os nossos cinco sentidos, de uma experiência marcante, de uma pausa plena de fruição, de qualidade de vida. Neste sentido, entendemos igualmente que, a juntar à excelência da gastronomia, do serviço e do atendimento, a Restauração tem, também, um dever ético de intervir no social e no cultural, uma aposta necessária que se pode realizar/traduzir de inúmeras maneiras, tantas quantas o sonho, o engenho e a criatividade o permitam. 

Um dos pilares da filosofia empresarial do Grupo CASEIRO assenta numa aposta muito séria na vertente social e cultural. Para o dia-a-dia dos trabalhadores, das senhoras, dos pais, das mães e avós, nas celebrações de amigos e de empresas, no Natal, na Páscoa, ao longo do ano de comemorações, evocações e partilha, a marca CASEIRO diz sempre presente às necessidades das pessoas, da sociedade, adoptando uma postura diferenciadora. E porque não há sociedade digna desse nome sem cultura, o nosso grupo de restauração de Cascais sempre apoiou várias manifestações culturais. Desde logo, nos nossos espaços a música de qualidade (ambiente e ao vivo) é uma constante, sendo regulares os espectáculos com nomes sonantes do panorama musical português. Pelo Grupo CASEIRO têm passado tributos (ao Fado, a Zeca Afonso, à Poesia - o espectáculo "Cantar Poetas" realizou-se recentemente, a 28-02-2013) e estrelas musicais (nomes como António Pinto Basto, Carlos Alberto Moniz, Carlos Guilherme, João Balula Cid, Lúcia Moniz, Victor Zamora e Vitorino, entre outros) que atestam bem a aposta séria na vertente cultural, consubstanciada pelo actual patrocínio à peça de teatro "Conversas Depois de um Enterro", apoio ao teatro que, se não for inédito, será muito invulgar vindo de um grupo de restaurantes.